Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Orgulho é um sentimento de satisfação pela capacidade ou realização ou um sentimento elevado de dignidade pessoal. Em Português a palavra Orgulho pode ser vista tanto como uma atitude positiva como negativa dependendo das circunstâncias. Assim, o termo pode ser empregado tanto como sinônimo de soberba e arrogância quanto para indicar dignidade ou brilho.
Mas o que é orgulho?
O orgulho é uma máscara que o homem usa para não encarar uma realidade de vida, isto é: aceitar seus próprios defeitos e suas imperfeições. A máscara foi criada por ele mesmo, para viver somente de aparências e não aceitar a realidade de vida.
Está bem reconhecido que, em toda a trajetória e misérias humanas; tem sua fonte no ORGULHO. É uma das piores chagas que o homem possui.
Veja alguns sintomas de orgulho no homem:
O orgulhoso se julga grandioso, se acha o maior em tudo, se julga estar no lugar mais alto, numa escala de valores natural, ou seja, esconde-se na falsa humildade, ou seja, é um ser vaidoso.
Uma pessoa orgulhosa está sempre "muito ocupada" e não encontra tempo para fazer o que é necessário.
A pessoa orgulhosa dá desculpas, mas não se dá conta de suas obrigações e pendências.
Uma pessoa orgulhosa se acha perfeita, sempre acha que sabe mais que os outros, se acha sempre “Dono da Verdade”.
A pessoa orgulhosa resiste àqueles que lhe são superiores e tratam logo de lhe apontar-lhes os defeitos.
A pessoa orgulhosa afirma: "sempre fiz assim e não vou mudar meu estilo".
A pessoa orgulhosa defende sempre suas idéias, não porque acredite nelas, mas porque são suas.
O orgulhoso vê sempre a “VONTADE DE DELE EM PRIMEIRO LUGAR", a ele só vale a vontade própria, a sua própria satisfação antes de tudo, para o próximo cabe somente, se “ACOMODAR” nessa situação, porque o interesse do outro lado não importa, o que vale é o que ele sente, é o que ele pensa sobre a situação, porque para o egoísta o que vale sempre é satisfazer as suas próprias vontades pouco importa a ele se o outro possui sentimentos e emoções, desde as menores coisas até as maiores, na ordem moral como na ordem material; daí já surgem as rivalidades sociais, de todas as lutas, de todos os conflitos e todas as misérias que vivemos hoje em dia, porque o que mais vale a cada um, infelizmente, é querer sempre despir o seu vizinho.
Toda história da humanidade foi e é marcada por lutas sangrentas na busca do homem pela liberdade de pensar e agir.
Precisamos como passo inicial, começar a nos corrigir, passar a aceitar as situações que surgirem. Precisamos perder o vicio que foi adquirido durante anos em nossa vida, em apontar os erros do próximo. Sempre foi cômodo ao homem apontar as falhas dos outros do que ver em si mesmo.
Você pode fazer muito, começando mudar sua história, se corrigindo e se aceitando assim como és, a atitude está dentro de você.
Muitas vezes surgem as perguntas: -Mas como posso fazer isso?
Faça uma reflexão de você mesmo volte à sua infância, nessa linda viagem interior e você irá descobrir todos os seus erros e todos seus acertos, você se buscando já será um grande passo a sua mudança.
Muitos perguntam... Caridade? Caridade não e somente matar a fome do próximo, saciar a sua sede, a maior caridade é aprender ouvir e compreender as pessoas, saber o que acontece dentro do seu irmão, o porque dele sofrer. O mundo está nessa tragédia humana simplesmente porque os homens deixaram de compreender uns aos outros, se perderam dentro deles mesmo, porque eles simplesmente deixaram que o egoísmo entrasse em suas vidas e deixaram de ver o próximo como seu irmão em Cristo.
Todos nós somos iguais aos olhos de Deus, a ele não existe descriminação de raça, cor, religião, ele nos aceita como nós somos.
Temos que deixar de atender as provocações, calunias, injurias, difamações, sempre confiando no Pai. Ouça e mesmo que doa em ti não reaja, siga e confie sempre, na certeza que o Pai está do nosso lado.Temos que aceitar as humilhações dos homens e sermos humildes, reconhecermos que somente o Pai é nossa grande salvação.
Esteja sempre pronto a perdoar ao próximo como gostaria que fosse perdoado um dia.
Antes de falar de alguém ou caluniar o próximo, coloque-se no lugar dele, pare, pense e reflita do “porque” seu irmão age assim, tente compreender, porque se ele sofre, é porque um dia ele foi capaz de ferir e hoje procura se curar.
Quando os vícios do orgulho se instalam no coração do homem, a vida torna-se um constante tormento.
Livre-se dos vícios causados pelo orgulho... A paixão pelos bens materiais, inveja, ciúme, egoísmo, etc...
Portanto vamos combater o orgulho sabe como?
Estudando com humildade o Evangelho de Jesus e procurando vivenciar os ensinamentos nele contidos. Lembre-se sempre “a humildade é o antídoto do orgulho”.
Só assim mudaremos um pouco as nossas historia e encaminharemos ao encontro de nosso Pai...
Resumo em cima do Evangelho Segundo o Espiritismo
Capítulo VII - Bem-aventurados os pobres de espírito - Instruções dos Espíritos - O orgulho.
Luzoliveira
Enviado por Luzoliveira em 30/08/2007
Código do texto: T631059

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luzoliveira
Campinas - São Paulo - Brasil, 48 anos
49 textos (5875 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 08:13)
Luzoliveira