Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PARÁBOLA DO SEMEADOR

Jesus gostava de conversar com seus discípulos e todo aquele povo que o seguia, de maneiras que ouvissem e passassem a refletir tudo o que Ele dizia. Não forçava a ninguém a que O entendesse, que O seguisse nas suas revelações. Falava-lhes por meio de parábolas, contando histórias para que fossem capazes de pensar e chegarem às suas conclusões livremente, de que Ele era, realmente o Messias, o Enviado, o Prometido, citado no antigo Testamento, principalmente pelo Profeta Isaías, que nos revela muito tempo antes sobre a vinda de Jesus; como Ele viria, como Ele viveria e, porque e como Ele morreria e, como Ele voltaria ressuscitado na Gloria do Pai.

E, quando lemos o Novo Testamento, vemos como tudo aconteceu, realmente. E, naquele dia, junto com a multidão que O seguia por toda a parte, passa a falar-lhes por meio da Parábola do Semeador, está em Marcos 4,1-9. Ali ele conta que o semeador saiu para semear. Ao lançar as sementes, alguns grãos caíram à beira do caminho e, como ficaram à mostra, vieram as aves e as comeram. Jesus quer nos dizer que, muitas pessoas ouvem a palavra mas não a interiorizam, não a põem  no coração, não lhe dão importância e, rapidamente, a esquecem.

E, continua- “Outros grãos caíram em terrenos pedregosos, onde há pouca terra, logo germinaram e, não havendo profundidade, quando veio o sol ficaram queimados e morreram. Jesus, neste segundo exemplo quer nos dizer que muitos, também ouvem a palavra, ficam entusiasmados, percebendo o que ela pode trazer para a sua vida. Mas, como o meio em que eles vivem, a partir da própria família que não conhece a palavra, não a vive, não tem fé; logo aquele ardor que encontraram vai murchando, vai encolhendo e, volta tudo como era antes longe da palavra, longe de Deus.

No terceiro exemplo, Jesus diz – “Outros grãos caíram entre espinhos e, estes cresceram entre eles, que  os sufocaram e, não deram frutos.” Este exemplo que Jesus nos deixa, nos mostra o que muitas vezes acontece. A pessoa ouve a palavra, fica com o coração cheio de amor, quer dividi-lo com os outros e, vive numa família , num meio, onde todos são contra, nada conhecem porque  percebem que precisariam mudar de vida, para aceitar para aceitar aquelas verdades , passam a criticá-las e sufocá-las como verdadeiros espinhos na sua vida. E... a pessoa acaba desistindo e volta à vida anterior.

No quarto exemplo, Jesus nos fala daqueles grãos que caíram em terra boa, adubada, cuidada, quer dizer, envia para todos, sem exceção  e que quando caem  naquele coração, germinam, crescem e dão bons frutos: uns trinta por um; outros sessenta por um e outros cem por um. E, acrescenta “Quem tiver ouvidos para ouvir, que ouça.”  Onde entendemos que Jesus quer  deixar-nos certos dessa realidade que tudo acontecerá no nosso coração e na nossa alma, se vivermos atentos às Suas palavras, se as meditarmos, se as refletirmos e as colocarmos em prática na nossa vida, através da Fé firme, daquele que crê no amor de Jesus. Cada um de nós será um grão que nasceu, cresceu e dá bons frutos. 30, 60 ou 100 por um, vai depender da nossa fidelidade às palavras de Jesus.
Mesmo sendo limitados, como seres humanos, Jesus nos diz que:- “Se tiverdes fé do tamanho de um grão de mostarda, sereis capazes de fazer coisas maiores daquelas que fiz nesta terra...”

  Bene -  Ctba.  (BGJ) – 11/09/2007  DEUS É BOM !!! DEUS É FIEL !!!
Bene
Enviado por Bene em 11/09/2007
Código do texto: T648087

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bene
Curitiba - Paraná - Brasil, 86 anos
481 textos (275196 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:40)