Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Comentário da Liturgia da 3ª feira
                da 25ª Semana Comum

      (Es 6,7-8.12b 14-20; Sl121(122);Lc 8, 19-21)

 

Foi feita a eleição dos doze, a incorporação de algumas mulheres ao grupo e agora é a vez dos parentes que se aproximam para saudar Jesus no meio da multidão.

Jesus não tinha irmãos no sentido de filhos do mesmo pai ou da mesma mãe. Esses irmãos de Jesus nunca foram chamados filhos de Maria. Logo, não poderiam ser irmãos de Jesus, filhos do mesmo pai e da mesma mãe.

Ao morrer Jesus pediu a São João, que não era seu irmão, que cuidasse de Maria. Se Jesus tivesse outros irmãos a eles competiria essa tarefa.

 Jesus ama seus parentes. Mas usa o vínculo familiar como símbolo para expressar o mistério da nova família que está fundando, na qual se sublimam as relações naturais. Declara que todos os cristãos, que seguem a mensagem de Deus, são também seus parentes.

A palavra de Deus contém e comunica fecundidade, maternidade. Todos que dela se afastam acabam sendo vítimas de tristes escravidões como narra Esdras na 1ª leitura. Só a fidelidade a Palavra de Deus torna-nos seus familiares. E como o salmista  alegremo-nos ao irmos à Casa do Senhor para louvá-lo.

A Palavra de Deus plenamente aceita tornou Maria Mãe. Entre as pessoas humanas a que mais ouviu e executou a doutrina de Jesus, está Maria Santíssima. Ela foi a pessoa que mais observou a vontade de Deus.

Ao crescer a família, a palavra cria e mantém o espírito de fraternidade. Jesus suspendeu o vínculo paterno humano para atender à casa ou às coisas  do Pai. Seguindo seu exemplo, é possível fazer parte da nova casa do Pai. Toda comunidade cristã deve ser materna e fraterna.

Ouçamos a Palavra de Deus. Façamos a vontade do Pai. Sejamos filhos e filhas de Deus. Deixemo-nos dirigir por sua Palavra para que o templo da nossa existência não seja profanado.Abramos nosso coração para reconstruir o Santuário da vida, as famílias, onde é oferecido em primeiro lugar o anúncio da boa nova que será capaz de quebrar esta cadeia de injustiça  que reina no mundo.


Com som em:
http://www.marineusantana.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=667521

marineusa
Enviado por marineusa em 25/09/2007
Reeditado em 25/09/2007
Código do texto: T667521

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (marineusantana@hotmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marineusa
Brejo Santo - Ceará - Brasil, 72 anos
1726 textos (325793 leituras)
39 áudios (29665 audições)
18 e-livros (9106 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:11)
marineusa