Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RAIVA E ÓDIO. DOIS SENTIMENTOS DISTINTOS (Reflexões)

 Texto extraido  do livro "REFLEXÕES COTIDIANAS" ainda não editado
           Raiva é um sentimento passageiro, enquanto que o ódio fica impregnado em nosso coração.
           O primeiro estágio do ódio é a raiva, por isso, temos que tomar cuidado para que essa raiva seja momentânea e não se instale em nosso coração,
           O primeiro passo para dissipar a raiva do nosso coração é não colocá-la em prática, passando para a outra pessoa os nossos sentimentos.
           O ódio é muito perigoso e nos leva a cometer atos que nos prejudicarão para sempre.
           Para que a raiva seja expulsa do nosso coração, será necessário que tenhamos a humildade de pedir perdão e também de perdoar.
           Se nós não aceitarmos ou não pedirmos perdão, é sinal de que o ódio está por vir; não deixemos que isso aconteça. Busquemos mas leituras da Bíblia momemntos de paz e de perdão.
           'Quando uma certa mulher foi levada pelos fariseus à frente de Jesus para ser julgada, eles certamente traziam ódio em seus corações, enquanto que ela, naquele momento, poderia estar sentindo raiva, porém, Jesus, com a sabedoria de Mestre, fez com que todos saíssem sem nada fazer contra ela, porque também eram pecadores.
           Naquele momento, aquela mulher sentiu a paz tomar conta  do seu coração e aquela raiva que talvez estivesse sentindo foi dissipada pelo amor de Jesus. (cf Jo 7,1-11)'
           Para que a raiva não se aloje em nós, será necessário que vivamos segundo o Espírito; não fazendo aquilo que o instinto egoísta deseja. (Gl 5,16)
           Se em algum momento alguém fez com que tivéssemos raiva, perdoemos a essa pessoa. Somente através do perdão é que nós evitaremos o ódio.
          Se a situação for inversa, procuremos a pessoa por nós atingida e peçamos perdão. Procedendo assim, ambas as partes sentirão uma sensação de alegria por não ter dado lugar ao ódio. (Lc 6,37)
          Se alguém sentir raiva de nós, mais que depressa dirijamo-nos a essa pessoa e peçamos perdão.
          Não deixemos que essa raiva se transforme em ódio. Vamos conscientizá-la de que  nos odiando, ela estará também, odiando a Jesus. (Jo 15,18)
          Nós podemos evitar que isso aconteça, deizxando de lado o nosso orgulho e pedindo perdão das nossas culpas.
          Muitas doenças são conseqüências de mágoas  alojadas em nosso coração. Nós podemos evitar que isso aconteça, amando e sendo amado por nossos irmãos.
          Somente através do amor é que nós vivemos o nosso céu aqui na terra e nos preparamos para contemplar a face do Criador.
          Sendo amados por nossos irmãos, seremos sempre por eles lembrados quando formos chamados à vida eterna.

                                         Antônio Oliveira   (Paraibuna  SP )






Antônio Oliveira
Enviado por Antônio Oliveira em 26/09/2007
Reeditado em 15/11/2007
Código do texto: T668890
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antônio Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
601 textos (539089 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/14 22:38)
Antônio Oliveira



Rádio Poética