Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Divagando...A estrelinha triste...

  Havia uma pequenina estrelinha, perdida na imensidão do céu.
 Seu brilho era intenso quase azulado, mas era muito tímida, temia deixar que seu esplendor surgisse naquele deslumbrante manto celeste, aveludado, bordado por incontáveis brilhantes...
 Talvez isso a assustasse e procurasse se esconder...mas como uma estrela poderá esconder seu brilho? Impossível!
 Certo dia, um anjinho senta-se em uma das pontas da estrelinha, e ela, rápida, tenta se retrair, mas em vão, ele escorrega entre seus braços e abraçado a ela, levita e mostra-lhe a beleza criada pelo Pai, voejando por todo o firmamento, e por onde passam, ouve-se:
 “Vejam que luz magnífica irradia daquela estrela, parece reunir inúmeras fontes de luz, como se ela trouxesse em si uma grande fagulha da Luz de nosso Pai Criador! Vejam que linda”...
 A estrelinha sentia-se envergonhada, não queria ser notada. Ah, como desejava estar escondida em seu cantinho!...
 Era uma estrelinha solitária que trazia em si uma história de amor.
 Um dia, fora muito amada por um raio de luz que lhe inundou a vida de imensa felicidade...mas, logo depois, partiu e nunca mais voltou.
 Não queria sofrer novamente...vivia com suas tristes lembranças que a faziam reviver momentos de amor mas, em seguida o sonho se apagava e voltava a ser a estrelinha perdida na solidão dos céus...
 Gostara daquele anjinho que lhe proporcionara momentos raros de encantamento junto às criações do Senhor e lhe falara que todos devem cumprir com a vontade do Criador e embelezar a vida do Mundo, para que seu mundo também se embeleze e assim encontraria, novamente um outro raio de luz, quem sabe, aquele que a faria esquecer tudo e deixar-se brilhar plena de beleza para que alegrasse quem no silêncio da noite, buscasse no céu uma estrela, que refletisse seu amor, aquecendo seu coração...talvez, mais sofrido, mais carente de amor do que ela...
 E com um beijo o anjinho partiu, porém sabia que havia devolvido a confiança e a esperança àquela estrelinha, pois lhe mostrará que a verdadeira felicidade está em fazer a felicidade de outrem...
 Agora, no céu há uma estelinha que irradia sua luz magnetizada de amor e fé, e sua grandeza está na singela doação de amor que envia pelo espaço infinito procurando consolar corações, que na noite escura olham para o céu a perguntar : “Meu Deus, onde encontro à Esperança, para voltar a sorrir novamente?”
 E ela como um diamante de intensa luz, em agradecimento ao Senhor da Vida, brilhará, eternamente, agora sem medo, repleta de amor pela vida, doando-se...
maristella barros
Enviado por maristella barros em 06/10/2007
Reeditado em 26/06/2008
Código do texto: T683817

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maristella barros
Amparo - São Paulo - Brasil
82 textos (3000 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 09:55)
maristella barros