Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FRUTO DA JUSTIÇA

"CHEIOS DO FRUTO DE JUSTIÇA, O QUAL É MEDIANTE JESUS CRISTO, PARA A GLÓRIA E LOUVOR DE DEUS"
(Filipenses, 1:11).
-------------------------------------------------------------------

Existe uma hora da provação à face de DEUS. Ela nos quer ver puros e irrepreensíveis. Porém, o que mais uma vez é decisivo é a ação e não mais a omissão, pois o fruto da justiça que deveremos trazer conosco nos deve justificar. Nós não conseguimos criar isso por nós mesmos, nem sequer o impulso procede de nós; o fruto vem por intermédio de JESUS CRISTO. Mas é preciso que nós nos integremos no seu impulso. Pois em CRISTO nós merecemos tornar-nos glória e louvor de DEUS. O dia pelo qual suspiramos o demonstrará.
A idéia de fruto nos traz à mente o conceito de crescimento de um organismo vivo. O fruto traz em si a semente de sua própria espécie, e essa semente se torna o meio da duplicação da planta ou árvore que produzirá aquele fruto. A maior fruição que há no mundo é quando os frutos da retidão transformam homens, levando-os a assumirem a natureza Daquele que neles implantara o fruto espiritual. Ele implanta em nós as suas virtudes morais, e o Espírito as cultiva, (Gal. 5: 22-23),  a posse final será a participação na própria natureza divina,
(2 Pedro, 1:4), com todos os atributos que lhe pertence. (Ef. 3:19).
É mister que desdobremos aqui o sentido das palavras "MEDIANTE JESUS CRISTO"
1 - Pois é mediante a fé em CRISTO que somos justificados, (Rm. 3: 24-28), e é
     mediante a fé nele que a justiça divina nos é outorgada. (Rm. 3:22).
2 - Em CRISTO é que somos aceitos diante de DEUS. (Ef. 1:6).
3 - Conforme a sua imagem moral somos transformados paulatinamente, e assim é
     que recebemos a sua imagem  metafísica, avançando de glória em glória.
     (2 Co. 3:18).
4 - É em associação a CRISTO, em comunhão mística, que recebemos todas as
     bênçãos espirituais. (Ef. 1: 3-7)
Por outro lado e tal como na expressão anterior, também é mister desdobrar a expressão "PARA A GLÓRIA E LOUVOR DE DEUS", para que fique mais clara ao nosso entendimento.
a) A "GLÓRIA DE DEUS" algumas vezes significa a totalidade de seus atributos
    santos, suas elevadas excelências. (Rm. 3: 23). Os homens que chegam a
    participar da imagem de CRISTO fomentam ainda essas excelências,porquanto
    são usados com instrumentos para trazer a outros aos pés de CRISTO, levando-
    os a se tornarem filhos de DEUS que estão sendo conduzidos à glória.
    Portanto, os cristãos aumentam o esplendor celestial.
b) O aumento do bem-estar divino também está em foco, e isso através do
    acréscimo de novos aliados do bem, mediante boas obras que expressam a
    santidade íntima, da mesma maneira que um filho bom expressa a bondade de
    seu pai e lhe aumenta o senso de bem-estar e felicidade.
c) A palavra "GLÓRIA" também é usada no sentido de "LOUVOR". Por meio das
    vidas de seus filhos, DEUS é louvado. "NISTO É GLORIFICADO MEU PAI, EM QUE
    DEIS MUITO FRUTO; E ASSIM VOS TORNEIS MEUS DISCÍPULOS". (João, 15:8).
d) O termo "GLÓRIA" igualmente indica o que será dado aos cristãos quando da
     glorificação, (Rm. 8:30), e isso indica a participação na glória do Senhor DEUS,
     que ele também nos confere em CRISTO. Pois os remidos haverão de
     participar da glória divina, em cumprimento do plano de redenção, tudo o que
     contribui para aumentar a glória de DEUS. Portanto, a "GLÓRIA" pertence à
     família divina inteira. Um pai é glorificado quando um de seus filhos é elevado
     e honrado.
e) Na produção de fruto espiritual, por parte de CRISTO, fica exemplificada a
    bondade divina suprema, pelo que, na bondade dos homens, a glória divina é
    incrementada, porquanto propala e exalta a bondade de DEUS.
Finalmente, devemos pensar aqui no "LOUVOR", por meio de palavras dirigidas a DEUS de forma indireta. No entanto, uma vida reta louva ao Senhor em voz mais alta e convincente que podem faze-lo as palavras. Um filho pode ser um louvor vivo para seu pai. O trecho de Efésios 1: 6 diz:
"...PARA LOUVOR DA GLÓRIA DE SUA GRAÇA..." , como o objeto da predestinação dos homens, que visa outorgar-lhes as riquezas que há em CRISTO.

"A FIM DE SERMOS PARA LOUVOR DA SUA GLÓRIA, NÓS, OS QUE DE ANTEMÃO ESPERAMOS EM CRISTO." (Efésios, 1: 12).


FONTES:
Bíblia Sagrada
Livros - N.T. interpretado e Epístola aos Felipenses.

Wilson de Oliveira Carvalho.







 



















































Wil
Enviado por Wil em 31/10/2007
Código do texto: T717196
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 82 anos
2700 textos (85613 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 12:03)
Wil