Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O SIMBOLISMO DO NATAL

Deus, um homem, uma mulher, um Menino – Deus; um burro, uma vaca, um galo. Carneiros, pastores e ... uma  mangedoura em uma  gruta... Aí, reside a síntese da história que o mundo registrou, ASSIM ACONTECEU O NATAL!!!

O Messias esperado , viria como um Rei, para salvar o seu povo que estava se perdendo. Era desse modo que aquela humanidade pensava e esperava que tudo acontecesse; estava escrito que assim seria. O messias, o Libertador, seria forte, másculo, guerreiro, poderoso, justiceiro e protetor daquela gente que ansiava por uma nova vida, uma vida diferente da vida opressiva que conheciam; uma vida , na qual, eles pudessem sentir-se libertos, livres e senhores das suas vontades. E... Ele veio... Veio com toda a Majestade, , com toda a sabedoria do Pai e, pronto para libertar a toda a humanidade , não só aquele povo. Veio e agüentou as conseqüências da responsabilidade, até o fim, sabendo, inclusive, que teria de se dar à morte e morte de cruz. Porém, vindo como um verdadeiro Rei, nem por isso usou dos direitos e regalias de um Rei, para nascer e viver. A humildade foi a sua maior característica. Nasceu pobre, viveu pobre e morreu pobre e, como Ele dizia :-“O meu reino não é deste mundo “. Amou, amou intensamente, até os seus maiores inimigos. Falou, quando teve que falar; calou-se quando teve que calar-se; chorou, quando teve que chorar; sofreu tudo o que teria de sofrer; serviu porque veio para servir; foi justo; foi verdadeiro; acreditou nos homens; tanto que deu a própria vida pela salvação deles.

Enfim... Viveu uma vida real; marcou na história um tempo de salvação e mudanças de vida; trouxe, com a sua vinda, o único refúgio dos fracos e oprimidos, daqueles que não podiam contar com mais nada neste mundo, a não ser a sua voz, dentro de cada um, a encorajá-los, dizendo :-“Não desanimem, eu estarei sempre com vocês; não se entreguem, Eu vos amo, eu venci o mundo, eu venci a morte...confiem sempre em Mim”!

E, neste século massificante em que estamos vivendo, às portas da chegada  do Natal e um novo ano, onde as pessoas se conhecem como coisas, não como irmãos no mesmo Cristo Nosso Senhor. O materialismo, através de uma tecnologia avançada, tira esse Menino - Deus, que deveria nascer todos os dias , do coração das pessoas. É coisa substituindo Deus. É coisa substituindo o amor. É coisa se fazendo gente. É gente se fazendo coisa. A inversão de valores é gritante. Gente morrendo de fome e gente tendo que operar o estrômago, de tanto comer. Realmente, o 25 de dezembro é um dia simbólico para o nascimento  d ‘Aquele que nasce os 365 dias do ano no coração de cada um, basta que nós o aceitemos. No coração do Pai, cumpridor dos seus deveres particulares e sociais, para com a família e com o trabalho.  Na mãe zelosa com Deus, com o seu lar, sua família e seu trabalho; pela doação, pela renúncia, pelo desprendimento, pelo dar-se porque ama.

É Jesus que nasce, quando fazemos da nossa vida , um meio de trazê-lo ao coração daqueles que estão aflitos; daqueles que  sentem-se abandonados, que não encontram  mais razão para viver. É. Jesus que nasce, quando choramos, que nasce quando sorrimos, que nasce quando nos alegramos e sofremos com cada irmão que sofre. É Jesus que nasce naquele gesto de perdão, que nos achávamos incapazes de praticar, dando ou pedindo. É Jesus que nasce naquele momento de opressão em nosso peito, na alegria ou na dor, mostrando, com isso, que realmente, cremos num Deus que ressuscitou . É Jesus que nasce no bom dia afetuoso e sincero que dirigimos aos nossos irmãos, todos os dias. É, Jesus que nasce quando vivemos. É Jesus que nasce quando morremos.. É Jesus que nasce para que tenhamos vida sempre  nova, toda ela fundamentada nos seus ensinamentos sábios, seguros e de muito amor. O Simbolismo do Natal é para que não nos esqueçamos que o aniversariante aqui esteve um dia, em carne, osso e espírito, morreu e ressuscitou para nos salvar e . . . Continua vivo em nosso meio – AMÉM  -
       
DEUS É BOM !!! DEUS É FIEL !!!  Bene -   (BGJ) – 13/12/2009  -
Bene
Enviado por Bene em 29/11/2007
Reeditado em 14/12/2009
Código do texto: T757850

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bene
Curitiba - Paraná - Brasil, 86 anos
481 textos (271853 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 19:11)