Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Além do Horizonte

É claro que as coisas não vão andar como desejamos, e nem mudar como esperamos. Mas sempre há a esperança. Ás vezes é exatamente o que nos frusta, a esperança. É preciso ceder para chegarmos em algum lugar, para tentarmos sermos alguém.
O que importa ser alguém, se não sabemos nem mesmo ao certo quem queremos ser?!
Há caminhos estranos a serem cruzados, motivos estranhos a serem desvendados... E tudo isso te deixa conformado de alguma coisa? Você se conforma com tão pouco?
E se te dissem que estamos somente aqui para isso. Para entender, compreender, e espalhar essa notícia, que nossa vida é apenas essa pequena passagem fútil.
Olharmos diante do horizonte, ver o infinito, e ver que tudo começa e acaba ali. O infinito, o fim, o nascer e o pôr - do - Sol, tudo ali, naquele ponto. Onde o céu a terra e o mar se encontram, se perdendo para até onde nossos olhos conseguem ver.
E você me diz que a vida é somente isso? Somente o que nos olhos podem ver?! Há muito mais, e sempre haverá, e para ver isso, ás vezes é melhor fechar os olhos e deixar o corpo ir. Flutuando pelo infinito, longe de nós mesmos.
Ninguém é capaz de nos trazer felicidade, e ninguém é motivo de sorriso. Somente nós mesmo podemos nos fazer felizes, isso é algo que vem de dentro, e insubstuível...
Por que esperamos tanto dos outros? Será que não somos capazer de sermos felizes? Nós fazer felizes? Nunca ninguém será feliz ao nosso lado, se não enchergarmos além do infinito, e sorrir por nossos sentimentos, sem esperar nada de ninguém.
Vamos além do horizonte, além dos nossos próprios limites, paradigamas e medos. Vamos pular e ver o que há depois do absmo. Se morrermos? O que há de mais? Você ainda acha que tudo termina no horizonte?
Claudia Rayzer
Enviado por Claudia Rayzer em 26/11/2005
Reeditado em 15/03/2006
Código do texto: T76409

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudia Rayzer
São Vicente - São Paulo - Brasil, 31 anos
139 textos (6844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:35)
Claudia Rayzer