Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ABENÇOADO MOMENTO EM QUE NASCI ( UMA INTRODUÇÃO REFLEXIVA AO EXERCÍCIO DA AUTO-ESTIMA)

               

 ( Para quem anda curtindo um baixo astral se achando um cocô, achando inclusive que somente os outros é que têm valor, ler este texto quantas vezes forem necessárias, até a Realidade Deus Luz Dentro de Cada Ser se manifeste e o sucesso em todas as áreas aconteça)


                                                                             “ninguém é realmente grande
                                                                             quando deixamos de ser pequenos”
                                                                              Nelsa Veloso – uma amiga baiana.
                                                                                 


Eu não nasci à-toa,
Sem nenhum propósito especifico,
Não nasci por nascer,
Não sou feito do acaso.
O meu nascimento significou
Que uma parcela do macrocosmo (Deus)
Vestiu-se do objeto carne
E no contexto dessa encarnação
Passou a microcosmicamente existir!
Logo, eu sou
De extraordinária importância,
Sou absolutamente necessário(a)
No cotidiano cheio de exigências
Da sociedade a qual pertenço.
Como pessoa,como indivíduo
Eu tenho uma missão a cumprir
Missão que abrange, que toca
Todo o universo ao meu derredor
E até mesmo a distancias geográficas,
Ocasião em que ofereço
Os frutos produzidos pela minha
Maravilhosa genialidade,
Frutos de amor, de colaboração,
De boa vontade.
Desconheço o que seja
Timidez diante de pessoas, coisas e fatos
 E mantenho uma saudável distância
Da soberba,
Sendo então coerente, harmônico e
Equilibrado.
Verdadeiramente,
É motivo de celebração:
Eu não nasci à-toa,
Sem nenhum propósito especifico,
Eu não nasci por nascer,
E sou de extraordinária importância
Sou absolutamente necessário(a)
No cotidiano cheio de exigências
Da sociedade a qual pertenço.
Eu sou uma parcela de Deus
Que se encarnou
Na terra!

CAVALAIRE
Enviado por CAVALAIRE em 27/11/2005
Reeditado em 28/11/2005
Código do texto: T77253
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CAVALAIRE
Alagoinhas - Bahia - Brasil, 57 anos
77 textos (10064 leituras)
2 e-livros (143 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:10)
CAVALAIRE