Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

__________________________________________________
...continuação da Ciranda de Natal, lançada pelo poeta 
Edson Gonçalves Ferreira. 
Venha participar! 
__________________________________________________




Poema XXIII

 

Sogueira

 

É Natal

O Natal está próximo

Festejos unindo às mentes

As luzes embelezam cidades

O comércio vai velozmente

O Céu canta a glória

Com o aniversário de Jesus

Lapinhas as mais variadas

No coração acende uma luz

Repensemos o passado

Festejemos o presente

O futuro é hoje, agora

Louvemos a nossa gente

Coração com muito amor

Perdão para os inimigos

Gratidão pelo que temos

Feliz Natal meus amigos






Poema XXIV

Ledalge

 

Pra que todos os homens celebrem

Neste mês tão precioso vindouro

E se agrupem em correntes celestes

Pra trazer nosso Cristo de novo.

Cada qual com sua árvore bendita

Mais brilhante que o manto do céu

No horizonte a centelha de vida

Representada por Papai Noel.

As crianças que nela tocarem,

Serão anjos que vieram a Terra,

Dos mais belos presentes alados

Nas noites felizes sem trevas,

E Jesus há de estar ao seu lado

Basta crer no amor , não na guerra!





 

Poema XXV

Ana Maria Gazzaneo

 

Mais uma vez, Meu Menino

É tempo de festejar

Tua vinda com carinho

Pra humanidade salvar

Te agradeço, Pequenino

Pela ternura sem par

Que trazes em infinito

Na meiguice deste olhar...

Quiçá toda a humanidade

Com tua presença em paz,

Felicidade encontre

Aquém de festa pomposa...

Pois que em pobreza vieste

E nas tuas pobres vestes

Como Deus Te revelaste!

Simplicidade, assombrosa!





 

Poema XXVI

 

Xama

 

O natal nos chama atenção

É tempo de confraternização

Que Jesus ilumine toda nação

Que não falte pão a nenhum irmão

Um abraço,um aperto de mão

Que a paz habite todo coração.


Poema XXVII

Maria Thereza Neves

 

 

A noite de Natal está chegando

não é preciso vestido longos

nem ternos de etiquetas

mas de pensamentos e silêncios

do que fizemos dos nossos passos.

Maltrapilhos são o mais necessitados

poderosos precisam pedir perdão

pela discriminação ,

falta de teto e de pão.

A noite de Natal está chegando

em todo o mundo para todos o mundos

homens-meninos de ruas

ou de palácios e tronos !

A noite de Natal está chegando

acendendo luzes-casas-famílias

iluminando-unindo corações !

A noite de Natal está chegando

a estrela nos guiando

os três Reis Magos nos ajudando

a reencontrar o renascer sempre Jesus

se a PAZ conseguir abraçar povos e nações !






Poema XXVIII

 

Gonçalves Reis

 

É natal!

Brilhou a luz

A flor da renovação

Vem do menino Jesus

Modifica-nos então

Brilha logo a esperança

Um sorriso volta ao lábio

Harmonia vem tão mansa

Mais maduro e mais sábio

E parando pra pensar

Logo vê-se um momento

Que faz muito bem amar

Dar também algum alento

Natal é reflexão

Estar junto da família

Dando ao amigo uma atenção

Ser como essa luz que brilha...


Poema XXIX

 

José de Castro

 

Por entre renovadas esperanças

brilha altaneira a Estrela de Belém...

Em silêncio, eu faço uma oração.

Medito no mistério e nas coisas do além,

Almejando da vida o supremo Bem:

Neste Natal,nasça o Cristo em cada coração!

 Poema XXX

 

Ibernise

 

 Natal... É tempo de renascer...

Há um novo ser brotando...

Há que se preparar para esta festa...

Ao longo da história

As pessoas sempre procuraram decifrar

A si mesmas e à realidade.

Este é um dos belos empreendimentos humanos.

Liberar-se de um mundo subterrâneo,

E poder passear na superfície...

Férias em que se observa,

O bailado alegre da natureza...

O belo! A beleza!

A beleza sempre foi um atributo divino...

Poder acariciar as flores...

Sentir o vento brando de cada manhã...

Abraçar os raios solares,

Usufruir de toda sua luz, refleti-la!

Quero ser arauto desse emergir, dessa chegada...

Novo é este tempo marcado pela beleza e pela graça...

Para que a semente brote rompendo

A crosta seca da terra...

Que florescerá na paz e união...

Reunião...

Tempo de fraternidade e acolhimento,

Comunhão e crescimento, edificações...

De todo ser humano de boa vontade...

Feliz Natal, no renascer em Cristo Jesus !!!


Poema XXXI

 

Fafinha

 

Que o natal seja vivido

com amor e confraternização...

Que as bençãos do menino Jesus

iluminem todos os corações

Que neste momento de esplendor

todos possam se dar as mãos

E juntos façam uma oração

Pedido paz para toda nação. 


 

Poema XXX!!

 

WFONSECA

 

É tempo de um novo Natal,

De Paz, alegria e renovação.

De louvor ao Menino Jesus,

Nascido em Belém pra salvação

 

É tempo de um novo Natal,

De esperança e de oração,

à Jesus Cristo, o nosso fanal,

Senhor da Vida, e guardião.

 

Que este Natal seja de luz,

Espargindo o amor de Jesus,

Nos lares de todo o Brasil.

Que seja a Ceia do Senhor,

de alegria, reflexão e amor,

Em todos os nossos corações.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Zélia Nicolodi
Enviado por Zélia Nicolodi em 02/12/2007
Reeditado em 03/12/2007
Código do texto: T762015

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zélia Nicolodi
Curitiba - Paraná - Brasil
651 textos (66872 leituras)
15 áudios (1099 audições)
52 e-livros (3506 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:07)
Zélia Nicolodi