Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CÂNTICO DE MARIA (Magnificat)

Texto bíblico: São Lucas Capítulo 1  vessículos de 46 a 56

Minha alma proclama a grandeza do Senhor, meu espírito se alegra em Deus meu salvador, porque olhou para a humilhação de sua serva.

Doravante todas as gerações me felicitarão, porque o Todo Poderoso realizou grandes obras em meu favor: seu nome é santo, e sua misericórdia chega aos que o temem, de geração em geração.

Ele realizará proezas com seu braço: dispersa os soberbos de coração, derruba do trono os poderosos e eleva os humildes; aos famintos enche de bens, e despede os ricos de mãos vazias.

Socorre Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, - conforme prometera aos nossos pais  - em favor de Abraão e de sua descendência para sempre.

Maria ficou três meses com Isabel; e depois voltou para a casa.

                                 MAGNIFICAT

        Autor:  Sebastião Gomes de Oliveira  (Paraibuna SP)

                   A minha alma glorifica
                   Eternamente o Senhor!
                   Exulta op meu espírito
                   E Deus, meu Salvador!

                                  Porque lançou os seus olhos
                                  Para a minha humildade.
                                  Eu serei semopre bendita
                                  Por toda a eternidade!

                   Pois o todo poderoso
                   Grandes coisasa fez em mim.
                   Santo seja o seu nome,
                   Pelos séculos sem fim!

                                  A sua misericórdia
                                  E a sua salvação
                                  Abrangem todos os homens,
                                  De geração em geração,
                   
                   Contanto que amem a Deus,
                   Amando também o irmão.
                   Pois ele manifestou
                   A sua dextra e poder
                   Aos ímpios e malfeitores
                   Não se deu a conhecer!

                                  Destronou os poderossos
                                  E os humildes elevou.
                                  Encheu de bens os famintos
                                  E os ricos desprezou!

                   Tomou conta de Israel,
                   Guardou-o no coração,
                   Conforme já prometera
                   Ao nosso Pai Abraão!

                                  Glória seja para sempre
                                  À Saníssima Trindade.
                                  Assim como no princípio,
                                  Por toda a eternidade!
Antônio Oliveira
Enviado por Antônio Oliveira em 24/12/2007
Reeditado em 26/12/2007
Código do texto: T790359
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antônio Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 70 anos
609 textos (540735 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/12/14 08:25)
Antônio Oliveira



Rádio Poética