Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Santos Reis Magos

    Hoje, 6 de Janeiro, a Igreja comemora a festa da Epifania, ou seja, a visita dos Magos que foram adorar o Menino Jesus. Essa visita simboliza a manifestação de Nosso Senhor não somente aos judeus, mas a todas as nações da Terra.
   Os Magos só são mencionados em apenas um dos quatro evangelhos, o de *Mateus-Mt.2 1-12. Enquanto no Oriente a Epifania -em grego, significa manifestação- é a festa da Encarnação, no Ocidente se celebra com esta festa a revelação de Jesus ao mundo pagão, a verdadeira Epifania. A celebração gira em torno da adoração pela qual foi sujeito o Menino Jesus por parte dos Magos, como símbolo do reconhecimento do mundo pagão de que Cristo é o salvador de toda a humanidade.
   De acordo com a tradição da Igreja do século I, estes magos são como homens poderosos e sábios -nos 12 versículos em que trata do assunto, Mateus não especifica o número deles. Sabemos apenas que eram mais de um, pois a citação está no plural – e não diz que eram reis. Provalvelmente,reis de nações ao leste do Mediterrâneo, homens que por sua cultura e espiritualidade cultivavam seu conhecimento do homem e da natureza esforçando-se especialmente para manter um contato com Deus. Da  passagem bíblica sabemos que são magos, que vieram do Oriente e que como presente trouxeram incenso, ouro e mirra; da tradição dos primeiros séculos nos diz que foram três reis sábios: Melchior, rei da Pérsia, em hebraico, melichior, “rei da luz”, Gaspar, rei da Índia em hebraico, gathaspa, “o branco” e Baltazar, rei da Arábia, em hebraico, bithisarea, “senhor dos tesouros” .
   Até o ano de 474 d.C seus restos estiveram em Constantinopla, a capital cristã mais importante no Oriente; em seguida foram trasladados para a catedral de Milão (Itália) e em 1164, quando esta cidade cai, sob o domínio de Frederico, imperador germânico, as urnas mortuárias contendo as relíquias dos três Magos, são transladadas para a cidade de Colônia, na Alemanha.
   Devemos aos Magos a tradição de dar presentes no Natal.
   Na antigüidade, ouro era presente oferecido aos reis, incenso, para os religiosos e mirra, para profetas. A mirra também era usada para embalsamar corpos, representando assim, simbolicamente, a imortalidade.
   Dar presentes para as crianças neste dia, 6 de Janeiro, é relembrar a generosidade que os magos tiveram ao adorar o Menino Deus –Jesus- e trazer-lhe presentes. È como Demonstram também, ter amor e fé em Cristo recém nascido. (Mt. 25, 40-"o que fizerdes a cada um destes pequenos, a mim o fazeis" )

*Evangelho de Mateus –Mt.2: 1,12 - "Tendo Jesus nascido, em Belém da Judéia , no tempo do rei Herodes, eis que magos vindos do Oriente chegaram a Jerusalém e perguntaram: "Onde está o rei dos judeus que acaba de nascer? Vimos o seu astro no oriente e viemos prestar-lhe homenagem". A esta notícia, o rei Herodes ficou perturbado, e toda Jerusalém com ele. Reuniu todos os sumos sacerdotes e os escribas do povo, e inquiriu deles o lugar onde o Messias devia nascer. "Em Belém da Judéia , disseram-lhe eles, pois é isto o que foi escrito pelo profeta : E tu, Belém , terra de Judá , não és decerto a menos importante das sedes distritais de Judá : pois é de ti que sairá o chefe que apascentará Israel , meu povo". Então Herodes mandou chamar secretamente os magos , inquiriu deles a época exata em que aparecera o astro, e os enviou a Belém dizendo: "Ide informar-vos com exatidão acerca do menino; e, quando o tiverdes encontrado, avisai-me para que também eu vá prestar-lhe homenagem". A estas palavras do rei , eles se puseram a caminho, e eis que o astro que tinham visto no oriente avançava à sua frente até parar em cima do lugar onde estava o menino. À vista do astro, sentiram uma alegria muito grande. Entrando na casa, viram o menino com Maria , sua mãe, e prostrando-se, prestaram-lhe homenagem; abrindo seus escrínios, ofereceram-lhe por presente ouro, incenso e mirra. Depois, divinamente avisados em sonho de que não tornassem a ir ter com Herodes, retiraram-se para sua pátria por outro caminho".

    Para formular este parecer, utilizei-me das informações contidas nas Escrituras Sagradas, Evangelho de Mateus –Mt.2: 1,12 ;  Cada Dia Tem Seu Santo - Autor: A. de França Andrade - Editora: Artpress.na  Aci Digital e Revista Superinteressante de Janeiro/2002.
marinho
Enviado por marinho em 06/01/2006
Código do texto: T95341
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
marinho
Descalvado - São Paulo - Brasil, 67 anos
146 textos (78701 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:27)
marinho