Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Prece


Senhor meu Deus, a quem não sou temente
A quem amo respeitosamente..
Não há que se teme-lo
Pois és o Pai justiceiro
Que dá ao pecador,  o “teu” castigo altaneiro
E a chance de ser cristão por inteiro...
Amo-te nas plantas, nas cheirosas chuvas
Nos semelhantes meus..

Sou tua filha Senhor!
Amo-o na lancinante dor
Nos espinhos e no perfume da flor
Amo-o nos pássaros bagunceiros, cantadores do esplendor...
Amo-o pela infinidade de matizes e tenores  das serras de minha terra...
Amo-o mais ainda Senhor por ter  a coragem e o dom de não saber para onde vou...
Por aceitar humildemente as incertezas que o viver determinou...

Senhor! Jamais pedi para mim um mínimo favor..
Tu bem sabes meu Senhor, minha alma estará sempre à teu dispor..
És sábio, valente, onipresente. A tudo vês e julgas com parcimônia e louvor...

Sei meu Senhor, que nas piores tormentas da alma, no crucial da dor..
És tu quem dá o abraço protetor..
És o agasalho, és o cobertor...

Meu Senhor, tu sabes, eu sei, das guerras, o terror..
Sei que tais sementes, não fostes tu a semear...

Senhor! Se nada até agora a ti pedi..
Foi para não  incomodar..
Pois minhas dores são deveras de pouco valor..
Mas meu Senhor! Tu  que és pai, veja como estou..
Só hoje  ouso lhe pedir um favor..
Deite minha alma em teu branco e acolhedor cobertor...

Mas se for o caso, leve-me,  meu Senhor..
Mas pega leve por favor...

Pois são inúmeras as feridas. Eis que qual teu filho, eu só encontrei a ambição..
A vilania,  a pata da mentira, a traição..
Os bacanais de interesses, a corrupção grassando...

Senhor! Olhe para mim, é a minha primeira vez. A ti rogo, dá-me a força de Sansão..
A dignidade de Madalena e a grandeza de Maria  em sua resignação..
Para que eu possa suportar esta dor que avilta meu coração...

Quero a coragem apenas a coragem para vencer tão profundo frio..
E  o grande medo de recomeçar...

Só, estou tão só quanto teu  filho que na exaustão da dor e da agonia clamou..
“Pai! Por quê me abandonastes”..
Meu Senhor! Minha vida está dando uma guinada cheia de dores..
Complexa, angustiante,  tenho medo! Proteja-me, faça-me forte...
Grata Senhor!
AMÉM SENHOR!!

Goiânia, 06.07.2004.
Dorothy Carvalho
Enviado por Dorothy Carvalho em 13/06/2006
Reeditado em 03/10/2007
Código do texto: T174487
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dorothy Carvalho www.dorothycarvalho.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dorothy Carvalho
Rubiataba - Goiás - Brasil
351 textos (53931 leituras)
1 e-livros (85 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:23)
Dorothy Carvalho