Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

“O homem vê a aparência, o Senhor vê o coração” (1Samuel 16,7)

Hoje me coloco a meditar na grandeza de um versículo bíblico: “o homem vê a aparência, o Senhor vê o coração” (1Samuel 16,7). Diante desse versículo me recordo do sábio conselho da Raposa ao Pequeno Príncipe: “o essencial é invisível aos olhos. Só se vê bem com o coração”. Meu coração se abre num colóquio íntimo com esse Ser Superior ao qual eu chamo de Deus:

Meu Deus, Fonte de Vida e Vida plena!
Senhor libertador e criador, companhia no caminho, segurança na tribulação, certeza de presença em cada solidão.
Hoje o que me importa é saber que tu olhas o coração e enxerga a beleza que lá dentro foi semeada.
Sim tu sabes a fortaleza que habita neste coração tantas vezes fraco e debilitado.
Bom saber que olhas o coração e por isso tens consciência do desejo de seguir de ir em busca, mesmo que tantas vezes seja impossível seguir e permanecer em pé.
Hoje me conforta saber que ainda que os meros mortais questionem o belo, o propósito, o arrependimento, sei que tu estas a olhar o interior e conhece o que vai lá dentro.
É bom saber que pra ti importa o hoje, o agora. E sabes que meu hoje é um hoje de amor e desejo de estar ao teu lado.
Ser vista por ti. Ser prescrutada por ti é certeza de que tu enxergas o que vai além da aparência e do visível.
Pra ti vale o essencial e tu sabes que a essência é boa, é limpa, é verdadeira.
Obrigada por saber olhar-me o coração e levar em conta a minha essência.
Obrigada por me amar na solidão dos meus dias afastados de ti.
Obrigada por não ser um mero mortal!
Obrigada por ver o coração e entender que muitas vezes é mais fácil fazer o que se detesta que ir em busca do que se ama.
Obrigada, apenas obrigada!

                                                              Amém!!!!
Débby Pupo
Enviado por Débby Pupo em 01/04/2010
Reeditado em 01/04/2010
Código do texto: T2171318

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débby Pupo
Francisco Beltrão - Paraná - Brasil, 35 anos
256 textos (19721 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/12/14 13:51)
Débby Pupo



Rádio Poética