Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Descoberta

                   
DEUS...

Estou pensando em ti
Penso porque quero te falar,
Falar tudo o que sinto
E também te sentir,
Sentir para...

             Sabes Deus...
             Quando o dia vem raiando
             Noto tua presença no esplendor do amanhecer.

Pôcha Deus!
Como és lindo!
Tudo é maravilhoso e cheio de fascínios,
Tudo é belo e encantado.

                        Deus...
                        Estou a te imaginar;
                        Gracioso Espírito celestial;
                        Mistério do amor encarnado
                        Nesta vida de surpresas.

Olha...
Ouço a tua voz,
Macia, serena, acariciante;
Noto que me chamas,
Quase não entendo;
Sei apenas que me queres,
Pois vejo tuas mãos
Vindo de encontro as minhas.

                    Sabes Deus...
                    Quando penso no amor
                    Agora aqui no crepúsculo
                    Em que a tarde vai morrendo,
                    Sentindo tuas mãos quentes a me apertar
                    Sei que me amas.

Olha...
Escuto teus passos que se perdem aos poucos
Nesta noite de luar, no universo;
Onde mais nada me falta,
Pois notei tuas pegadas
E sei que me queres.

                   Pôcha Deus!
                   Como és belo.

Afonso Silva
Enviado por Afonso Silva em 16/11/2006
Reeditado em 29/12/2006
Código do texto: T292723

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Afonso Silva
Foz do Iguaçu - Paraná - Brasil
402 textos (141742 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:49)
Afonso Silva