Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPÍRITO APRENDIZ!

           
Grandiosos espaços surgem frente aos meus olhos e nenhum deles são convidativos por não revelarem a Sua presença Senhor!

Sons melódicos tocam meus tímpanos, mas analisando-os melhor percebo que soam falsamente por não conterem a suave melodia da Sua paz!

Ouço tantas incoerentes manifestações carregadas de desconforto existencial e, nesta hora, penso em Você meu Mestre Amigo, porque só o Seu amor absoluto pode amenizar tantos corações impregnados de culpas e desencontros!

As luzes vão acendendo a noite e em cada estrela o Senhor surge como forma de esperança para acalmar os que ainda olham para o alto!

Senhor,

obrigado por confiar sobre os meus ombros a leveza das soluções surgidas no peso dos problemas que tanto machucam a alma, mas que são tão necessários para o burilamento do meu espírito aprendiz!

©Balsa Melo
03.11.2005
Cabedelo - PB
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 24/08/2007
Código do texto: T622292
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87749 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 13:37)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)