Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENHOR, NÓS LHE AGRADECEMOS POR TUDO!

         
SENHOR,

CORREMOS APRESSADOS LABUTANDO PELA SOBREVIVÊNCIA,

SENTIMOS QUE A PRESSA REVELA A FALTA DE TEMPO E, NESTE DESPROVIDO PASSAR DE TEMPO, ESQUECEMOS DE LHE AGRADECER, POR ISSO:

ACEITE NOSSOS SINCEROS AGRADECIMENTOS POR TUDO QUE PUDEMOS FAZER:
ABRIR OS OLHOS,
CAMINHAR,
APALPAR,
CHEIRAR,
COMER,
RESPIRAR,
SENTIR,
AMAR,
ESQUECER E
VIVER!

SENHOR,
OBRIGADO PELA GRAÇA DE PODER CONVIVER COM TANTOS TESOUROS DOADOS ENQUANTO HÁ TENTOS QUE NADA TEM, MAS DÊ A ESSES IRMÃOS O NECESSÁRIO PARA AMENIZAR OS SEUS SOFRIMENTOS,

AJUDE-NOS A PROCEDERMOS A NOSSA REFORMA ÍNTIMA PARA DOARMOS MAIS,
SERMOS MAIS AMÁVEIS,
MAIS CARIDOSOS,
MAIS DESPRENDIDOS E DESPRETENSIOSOS,
MAIS AMENOS E MENOS EGOÍSTAS!

QUE SAIBAMOS DAR AQUILO QUE O SENHOR MAIS NOS ENSINOU A DOAR: O AMOR EM SUA PLENITUDE!

©Balsa Melo
31.07.2005
Cabedelo - Paraíba
       
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 25/08/2007
Código do texto: T623122
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87765 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 16:09)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)