Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Pai nosso comentado

O Pai-nosso

Comentando a mais bela oração, que por Jesus foi recitada, e passada de geração em geração.
Segundo as escrituras, foi a pedido dos discípulos ,que Ele fez esta petição.
Não é propriamente uma oração, sim um pedido a Deus.
O texto é longo. Pensei muito antes de o postar no recanto. Tem, como é obvio, muitas falhas. Tive que o reduzir bastante. Mesmo assim, atrevi-me a lançar a polémica.


Pai-nosso, que estais no céu

Jesus, assim Vós invocaste o Pai.
Quando no monte, Vós recitastes.
E, a todos ensinaste
esta tão linda petição.
Vossa Hora!... estava a chegar.
E Vós, pelos caminhos ,
a dar o testemunho do Pai.
Os discípulos, Vos pediram então.
Para os ensinar a rezar.


Cuido que Ele está em todo o lado.
Lá no céu e aqui na terra
A face nunca se viu.

(“Mas Deus, o Pai, o Criador do céu e da terra, nunca pode ser visto por uma pessoa face a face. Somente em Jesus Cristo, Deus assumiu a forma humana e ao mesmo tempo revelou a Sua natureza interior, que é amor: "a saber, que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra de reconciliação" (2 Co. 5.19). Por isso está escrito em João 1.18: "Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigénito, que está no seio do Pai, é quem o revelou." (Elisabeth Vetsch)”
Publicado anteriormente na revista Chamada da Meia-Noite, Junho de 1999.)


Nem tenho essa pretensão.
Está aqui perto de mim
Porque está em todo o lado.
Por certo, assim o entendo.
Lendo, aquilo que escrevo.
E um sorrisinho me atrevo.
A dizê-lo que o Senhor.
Estará com ele no olhar.
Por esta minha ousadia.
Que, por minha intenção.
Não é nenhuma afrontação.
Nem sequer blasfemação.
Por tal vos peço perdão.
Por esta dissertação.
Se acaso vos escandalizar.


Santificado seja o vosso nome

Sim, o Seu nome é santo.
Inconfundível, diferente.
Não há qualquer semelhança.
Sois o Pai ,que todos amamos.
Não podemos duvidar.
E, jamais esquecer.
Que por muito nos querer.
Seu filho à terra enviou.
Para que todos num só.
Sejamos todos irmãos.
E nos demos as mãos.
Ele, que por nós, muito sofreu.
Flagelado e atraiçoado.
Por não terem acreditado.
Que era o Messias anunciado.
Cuja missão era restaurar.
A fé num Deus verdadeiro.
E o amor propagar
pelo mundo inteiro.

Venha a nós o vosso reino

Em louvor e oração.
Melhor se diga petição.
Invocamo-Vos, como cristãos.
Esperando um dia, o merecimento.
Se, por tal for concedido.
O Vosso reino conhecer.
Sentarmo-nos a Vossos pés.
Perante o trono sagrado
Que a todos foi prometido.
Por Jesus anunciado.
Quando disse no calvário.
“Amanhã estareis comigo no paraíso”
Ao bom ladrão condenado.
Sofrido e arrependido.
E o paraíso desejado
A todos foi prometido.
Apresentarmo-nos a Vosso juízo.
Para sermos sentenciados.
Pela nossa acção na terra.

Seja feita a vossa vontade

Sim, Vós juiz supremo.
Desafiaste Abraão.
O obrigaste a deixar.
O vil politeísmo.
Que por todos era seguido.
E enviaste-o para a Palestina.
Para restabelecer a fé num só Deus.
Depois as Leis fizeste.
A Moisés as entregaste.
O escolhido por Vós.

“Moisés (filho das águas porque foi encontrado nas aguas do rio entre os canaviais) era hebreu filho de escravos e foi adoptado pela filha do faraó.
Ora, aconteceu naqueles dias que, sendo Moisés já homem, saiu a ter com seus irmãos e atentou para as suas cargas; e viu um egípcio que feria a um hebreu dentre, seus irmãos.Ele se enfureceu.
Foi Moisés que libertou o seu povo da escravatura e os conduziu à terra prometida.
Deus lhe deu o mérito de fazer cumprir os mandatos que da lei iriam emanar”(texto com uma ligeira adaptação para encurtar)


Para que ,Vossa vontade.
Fosse sempre respeitada.
As tábuas da lei foram guardadas.
No tabernáculo, que mais tarde.
O rei David dali o conduziu.
Para o templo em Jerusalém.
ficou depois à guarda de Salomão
Em cofre para elas foi preparado
E a todos foi mostrado.
O que lá a fogo fora gravado
para o povo de Deus escolhido.
As doze tribos de Israel
das terras de Egipto tirados.
Onde eram escravizados.
Mas por má cabeça sua
E também muita maldade
Pelo deserto penaram.
E muito folgaram.
E desobedeceram.
De heresias e desmandos
se encheram.
E até de Deus duvidaram
de moisés escarneceram.
A ao paganismo tornaram.
Construindo um bezerro
de ouro que adoraram.


“Mas o povo, vendo que Moisés tardava em descer do monte, acercou-se de Arão, e lhe disse: Levanta-te, fazei-nos um deus que vá adiante de nós; porque, quanto a esse Moisés, o homem que nos tirou da terra do Egipto, não sabemos o que lhe aconteceu”


Moisés vendo tal desmando
ali se enfureceu
e as tábuas da lei partiu.


“Chegando ele ao arraial e vendo o bezerro e as danças, acendeu-se-lhe a ira, e ele arremessou das mãos as tábuas, e as despedaçou ao pé do monte.”


Lá do cimo da montanha
Onde Deus as tinha entregue
Foi tamanha a desolação
ao ver o povo alucinado
e assim desenfreado.
e ate escarnecido
para glaudio dos inimigos.


“Quando, pois, Moisés viu que o povo estava desenfreado (porque Arão o havia desenfreado, para escárnio entre os seus inimigos”


Moisés a Deus retornou
acudindo ao Seu chamado
Orientação solicitou
Depois de ao povo ter castigado


“Feriu, pois, o Senhor ao povo, por ter feito o bezerro que Arão formara”

E Deus o orientou.....

“Disse mais o Senhor a Moisés: Vai, sobe daqui, tu e o povo que fizeste subir da terra do Egipto, para a terra a respeito da qual jurei a Abraão, a Isaque, e a Jacó, dizendo: ë tua descendência a darei.”

Novas tábuas da lei se fizeram...

“Então disse o Senhor a Moisés: Lavra duas tábuas de pedra, como as primeiras; e eu escreverei nelas as palavras que estavam nas primeiras tábuas, que tu quebraste.”

E assim aconteceu....

“Então Moisés lavrou duas tábuas de pedra, como as primeiras; e, levantando-se de madrugada, subiu ao monte Sinai, como o Senhor lhe tinha ordenado, levando na mão as duas tábuas de pedra”


O tabernáculo foi feito.
E bem ornamentado.
O ouro fino e pedrarias.
as mais nobres madeiras .
E véus de seda pura.
para o cobrirem.
Conforme Deus ordenara.
A terra prometida, foi-lhes dada.
Para depois a Israel retornarem
Divididos em dois reinos
De Israel e Judá se chamaram
Ali a profecia se realizou
Para restaurar o reino de Deus.
Foi quando Jesus nasceu
Vontade de Deus desejada
Da nobre casa de David
de que sua mãe era descendente.

E para nós cristãos
Sua vontade é ordem
Jamais seja questionada.

Assim na terra como no céu

Meu Senhor o que vos digo.
Cá pela terra anda um sarilho.
Daqueles de desorientar.
Ninguém mais se entende.
E de crentes muito poucos.
Religiões essas são muitas.
Cada uma torce por si.
Está o mundo dividido
E dos mandamentos da lei
Que são poucos os que os lêem.
Andam por cá uns telhudos
Ambiciosos e casmurros
Tendes que ter tento neles.
São durinhos de roer.
Eles querem lá saber
Em Vos obedecer.
Ou o pai nosso dizerem.
Tomarem-no como petição.
E dele terem respeito.
Mas quando lhes apertam os calos.
Invocam Vosso nome em vão.
Sabem dizer oh! Meu Deus
Eu sou cristão. Eu sou cristão…
Dá até vontade de rir.....
Certo é ninguém é perfeito.
Perdoai senhor não ser caridoso.
Não tenho o direito de condenar.
Só estou a comentar….
Mas Vós tendes que dar um jeito
A esta desarrumação.

O pão nosso de cada dia nos dai hoje

O pão é nosso alimento
É essa a sua função
Serve para o corpo alimentar
E a alma fortalecer
O pão é alimento sadio
Tirado da terra e do grão
Que nela é semeada
E a terra é sagrada
E há muita gente sem pão
Que à imundície o vão buscar
Para se alimentarem
E é dever de todo o cristão
A todos ajudar.
Mas há muito quem diga
O que é meu não vou dar.
Vão mas é trabalhar….
(Tamanho é o desconhecimento
e até descaramento)
O pão é alimento do dia.
Todos o devem ter.
Não se deve amealhar.
Nem sequer desperdiçar.
Cada dia é um dia
Temos que o respeitar.
.


Perdoai as nossas ofensas (dividas) assim como nos perdoamos a quem nos ofende ( nossos devedores)

Aqui acenta o conceito
“Na medida em que julgamos
Assim seremos julgados”
Ai é que está o sufoco
E para sermos perdoados
e alcançar o que vos pedimos
por ofendidos que sejamos
temos que perdoar
Porque para haver julgamento
Há que ter consciência
De o mal ter praticado
.Isso é de todos dever.
Mas há muito velhaco.
Maldoso traiçoeiro.
Que só mal sabem causar.
Só sabem ofender.
Danos praticarem.
Moendo o ciso alheio.
Ódios constantes absurdos.
Querelas enlouquecidas.
Soberbias avultadas.
Não sabem o que é amor.
Só vivem para seu deleite.
E até aos pobres roubar.
E aos ricos bajular.
E querem ser perdoados?
Se não sabem perdoar...
Dividas querem cobrar.
As deles são para esquecer…
Até a igreja vão falar.
Com grande ostentação.
(perdão meu Senhor
eu só estou a comentar)
E tamanha erudição
Como aleivosos e fingidos.
Por mim perdoar perdoo.
E faço-o de coração.
Por mal que me tenham feito.
Mas esquecer meu Deus ....
Isso ainda me custa fazer.
Minha memória é que faz
a minha imperfeição.
Fica cá tudo gravado.
Chega a ser apoquentação.
Mas curvo-me perante Vós.
Por algo que tenha praticado.
Lá por belzebu não me tenho.
Mas por vezes não me contenho.
Há sempre umas coisinhas
que não sendo muito graves....
Não sejam do Vosso agrado.
Peço a absolvição.


E não nos deixais cair na tentação livrando-nos de todo o mal.

“Esta é a última petição do pai-nosso. A vida é como uma luta que enfrentamos todos os dias e temos que saber dizer sim ao bem e não ao mal por isso pedimos a Deus fortaleza para não falharmos”
De: significado do pai-nosso do google.


Tentações provocações
Com elas temos que viver
No livro do apocalipse S. João diz que o mundo tem que ser governado por Deus e faz avisos sobre a vida com referencias a catástrofes e outros desafios a que havemos de ser sujeitos. Constantemente a ordem das coisas se altera e assistimos a calamidades perseguições guerras com que temos que lidar diáriamente.

Citando para terminar:

Citações sobre o pai-nosso e seu significado. Do google.

“Aqui, Jesus Cristo comenta que o mal e as tentações existem de verdade. A melhor maneira de nos proteger é seguir os ensinamentos de Deus pedindo a Ele frequentemente que nos proteja e nos salve dos "predadores" da humanidade.
Neste modelo de oração Jesus ensina todos os aspectos que devemos considerar para nos relacionar correctamente com Deus. As pessoas que encaminham suas rezas e orações a personalidades históricas, ainda que próximas de Deus, normalmente não obtêm os resultados desejados. Grande parte das pessoas, apesar de muito rezar não tem alcançado os objectivos desejados. Infelizmente, a dor e a miséria continuam predominando em muitos lugares. Portanto, os cristãos mais esclarecidos das várias sociedades de todo o mundo precisam ajudar a estas pessoas, que já têm fé, a entender tais coisas e usá-la de forma eficiente e com mais sabedoria. “
________________________________
* Pai-Nosso - Oração extraída da Bíblia Sagrada em Mateus, cap. 6, vers. 9 a 13.

-------------------------------------
Nota: composição original sendo fiel à doutrina cristã, entremeando o texto com algum humor, sem escândalo, muito ao jeito da autora que gosta de “brincar e humorizar” nas suas composições. Entenda-se que meu intento não é brincar aqui neste contexto. Os textos enquadrados entre aspas são do google. Foram efectuadas consultas à Bíblia Sagrada no antigo testamento. Em Mateus em João e em Êxodo. Cito parágrafos que achei de interesse. Sendo o assunto demasiado sério trabalhei-o com toda a prudência que aliás me é usual, mas com muitas falhas e também com humildade pois na escrita me atrevo a imergir na busca de preciosidades que me agitam a curiosidade e o saber.
Mais completo podia estar pois os dados de pesquisas me apaixonaram mas tive que encurtar o texto já de si demasiado longo. A razão porque dou ênfase a capítulos do êxodo é porque quero citar Deus Senhor Pai e o pai nosso é uma oração ao Pai e no êxodo cita-se muito o poder de Deus a par da figura de Moisés o libertador de um povo escravizado a que Deus diz ser "Seu povo" e o pai nosso também tem a ver com a lei de Deus por Ele concebida e escrita nas tábuas da lei entregues a Moisés.

Espero que quem me ler me perdoe esta ousadia.

Tétita

Agosto de 07









Tetita
Enviado por Tetita em 28/08/2007
Reeditado em 08/12/2007
Código do texto: T627511

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tetita
Setúbal - Setúbal - Portugal
1397 textos (80137 leituras)
65 e-livros (5625 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 13:34)
Tetita