Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 
Senhor meu Deus, venho hoje em sua presença.
Humildemente dizer a quantas anda o mundo.
 
Senhor, os poderes estão cada vez mais nas mãos dos injustos.
Mandastes Teu Filho.
Não ouviram-No.
 
Sabe Senhor; Às vezes me pego a imaginar o que seu Filho
 pensou ao ver aquela multidão?
Ele crucificado.
 
A mesma multidão que cinco dias, (somente cinco dias antes) O tinha recebido com cantos e louvores
Agora O viam crucificado e comemoravam.
 
Sabe Senhor
O sinédrio não mudou nada.
Os mesmo grupos, agora chamados de Partidos Políticos  Senhor.
Saduceus, cananeus, zelotas.
Somente um grupo cresceu muito; Senhor
Os fariseus. Nossa eles estão em toda parte do mundo.
 
Sabe Senhor.
Por mais que eu, seu pobre e mortal filho tenha tentado
Realmente não consigo mais.
Não tenho forças mais para lutar contra.
 
Não me julgues um covarde Meu Deus.
Antes, entenda que realmente cansei.
 
Nada, mais nada que se faça muda.
Elege-se um ou outro achando que vão resolver.
Ledo engano,  Senhor.
 
Todos invariavelmente se tornam opressores.
E nós, acabamos ganhando outros senhores.
 
Os que deveriam pregar Sua Palavra Senhor,
Estão mais preocupados com o TER do que SER.
Outros até nos ensinam que
Ser pobre é virtude, Senhor.
 
Olha aonde nós chegamos?
Pregam que o Senhor castiga.
Comentam sua fúria.
 
Quando  queremos falar de
Amor, amizade, carinho, fraternidade.
Somos ouvidos para, em seguida, sermos
motivos de piadas nos cantos.
 
Senhor meu Deus.
Aceite essa oração e olhe pelo mundo.
Perdoe-me por ser tão pequeno.
 Pedir-TE tanto, quando já tenho tudo.
Mas, Senhor, não permita mais que
esse estado de coisas continuem.
 
Se preciso for meu Deus.
Mande seu Filho Jesus Cristo
Para nos orientar novamente.
Amém.
Mario Pereira
Enviado por Mario Pereira em 05/09/2007
Reeditado em 05/11/2011
Código do texto: T640428

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (mario pereira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mario Pereira
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil, 58 anos
445 textos (35405 leituras)
4 e-livros (145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 14:25)
Mario Pereira