Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APELO À SÃO ZAMBELÊ (Homenagem à poetisa Rachel dos Santos Dias)

São Zambelê
Perdoe-me o trabalho que venho lhe dando
Perco as coisas tão facilmente ...
Ou são elas que se perdem de mim?

Os brincos eu já encontrei
Estavam no bolso do jeans
Os óculos de sol,
na bolsa de cores carmins

O celular...
Tive que ligar pra ele me encontrar
As canetas?
Ah! essas não encontro nunca
Toda semana compro mais meia dúzia
E novamente, somem - qual espelunca!
Já que são baratinhas, meu santo prestativo,
Não precisa dar-me teu curativo

Peço-te apenas, meu santo fiel e afim
Com todo fervor e amor
Ajude-me a não me perder jamais de mim
Pois se assim acontecer
Como vou fazer
Para me usar e consultar
Quando precisar escrever e
Na vida aparecer?


PS: Agradeço à poetisa e professora Rachel dos Santos Dias (http://www.recantodasletras.com.br/cronicas/652055), a linda versão da  "Lenda do Zambelê", que criou e me ofertou aqui no espaço do Recanto. Desde então, o "Zambelê" tem-me sido muito útil e o recomendo a todos aqueles que, como eu, vive perdendo as coisas.
Marisa Queiroz
Enviado por Marisa Queiroz em 20/09/2007
Código do texto: T660464

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite nome do autor e link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marisa Queiroz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
265 textos (123034 leituras)
4 áudios (831 audições)
1 e-livros (161 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 15:09)
Marisa Queiroz