Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA VIDA, MEU AMOR

 



             Estou apaixonado, sim, pela primeira vez em minha vida sinto-me estranho e alheio a tudo e a todo  o momento sinto que estou pensando nela.
    O amor, por certo, me pegou desta vez e será difícil conseguir esquecê-la. Só a morte física, quando ocorrer, irá fazer-me esquecê-la neste plano, embora do outro lado sei que sentirei saudades dela.
    Em várias ocasiões sinto-me como uma criança amedrontada ante ela. Outras vezes reajo e falo, mostrando tudo que quero dizer ou fazer.
    Raras vezes ela compreende-me e com isso eu sofro. Não sei como e quando aconteceu, mas eu me apaixonei a tal ponto por ela que até quando trabalho ou estudo ela vem à minha mente e preenche-me por completo.
    É bom amar, pois só quando se ama podemos compreender as alegrias, as amarguras e sofrimentos que o amor nos trás, embora isto também faça parte do aprendizado da vida.
    Ela é carinhosa e às vezes brusca, inteligente embora às vezes  demonstre inaptidão.
    Enfim, ela é tudo de belo que existe no mundo por isso acho razoável que eu sofra por ela. Se assim não fosse, de que adiantaria estar aqui se eu não a amasse?
    Quando ela se mostra ingrata comigo, sei que é apenas um estado passageiro e que em breve tudo mudará.
    O nome dela é fácil, mas muitas pessoas não sabem dizê-lo corretamente, isso para mim pouco importa, o importante é que eu a conheça e sinta-a completa  a todo momento.
    Em resumo, eu estou apaixonado pela coisa mais bonita que existe no mundo.

    O nome dela é Vida.

              Sim, eu amo a Vida.


  29/11/1972
Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 20/03/2006
Reeditado em 26/10/2010
Código do texto: T126033
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (110782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:46)
Vanderleis Maia