Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ouvindo o silêncio

Minha voz instrospectiva no entanto, ninguém a ouve,
senão a garça felina submersa na sombra deste meu pensar,
que de tanto vagar pelas vastas planícies dos anseios
se prostra à frente de pelejas estagnadas
e se enternece na miragem, que agora me embriaga,
graças ao silêncio que esta voz muda me proporciona, humildemente se retraindo, feito velas infladas no cais,
sumindo daqui para emoldurar acolá.
Deixo minha alma libertada da amarra até os limites da liberdade, ventar por estes verdes pintados de sol,
logo laranjais esverdeados,
depois lenitivas castanhas de bronze,
que enegrecerão rapidamente,
deixando surgirem as luzes.
Ah! quantas luzes errantes se abrirão simplesmente
num desfile mudo parado e extasiado,
como esta minha voz inaudível e tímida,
perfeita e desolada se escondendo de mim ...
 
Santos-SP-22/03/2006

Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 22/03/2006
Código do texto: T126613
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:36)
Inês Marucci