Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Insensatos

Há momentos na vida de qualquer ser humano que a vontade de largar tudo, esquecer de todos, apagar as lembranças, destruir os costumes, seriam meios eficientes que satisfaria a ausência de tranqüilidade do coração.

Em dias assim, a única coisa aparentemente mais sensata a ser feita é entorpecer a mente, fugir pra um mundo imaginário, onde tudo podemos. Fazer-se de louco, viver sem regras, confundir os sentimentos, desrespeitar os próprios conceitos. Amar o que nos dizem pra odiar, odiar o que todos nos imploram para amar.

É, isso não passa de vontade, de indignação, de revolta ou quem sabe de falta de algo que realmente importa.

Somos incapazes de ir contra a “babaquice” das regras, das paixões, dos costumes, da comodidade. Somos débeis quando nos é exigido um esforço por transformação.

A culpa pela amargura da vida, cabe a cada pessoa, pelas decisões que deveriam ser tomadas, mas que pela falta de coragem, são postergadas, até o momento em que uma convulsão de sentimentos toma conta dos pensamentos e uma explosão coloca tudo para fora, tornando-se algo muitas vezes difícil de assimilar, de compreender de aceitar.

            São nos momentos de maior lucidez que cometemos as maiores idiotices, que nos tornamos fracos, incapazes de fazer algo de bom, de prosperar, de dar a nós mesmos uma chance de sermos melhores.

            Quem sabe gostamos do sofrimento, talvez faça parte da vida a mutilação dos sentimentos.
Taloni
Enviado por Taloni em 06/04/2006
Código do texto: T134748
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Taloni
Maringá - Paraná - Brasil, 35 anos
11 textos (476 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:24)
Taloni