Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cantar da Natureza

Socorro! Eis o grito das matas,
Ajudem-me! Eis o choro das águas,
É assim que agradecemos a mãe natureza?
Que na vida nos proporciona tantas belezas.
Já imaginastes um mundo sem águas límpidas,
Para se banhar, ou sem pássaros felizes a cantar,
Ou mesmo sem possuir um ar puro para se respirar,
 Podes parecer tolice o que estou a dizer, ou mesmo algo,
Que jamais a de acontecer.
Mas a indecorosa mãe natureza mesmo com tanta destruição, ainda sobrevive movida por algum de seus, filhos que ainda ouvem o coração.
Mas ainda a força para cantar, sobre o sopro dos ventos, ou sobre a chuva que a terra ainda continua a banhar,
E mesmo assim muito de nós continuamos e lhe destratar,
Mas tenhas certeza mãe querida que ainda a esperança pois muitos de vossos filhos por ti ainda estão a lutar,
Por isso não chores, não chores pois não vale a pena,
Pois não a capital no mundo capaz de se comparar a sua maior riqueza, oh! Doce mãe natureza.

Poeta dos Sonhos**®
maosdossonhos
Enviado por maosdossonhos em 25/04/2006
Código do texto: T144783
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
maosdossonhos
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 33 anos
43 textos (2599 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:02)
maosdossonhos