Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Deserto


Estava pensando em como a nossa vida se assemelha a um deserto... nos momentos cruciais, como o nascer, o morrer, estamos como ele: sós... fisicamente falando, só nós podemos viver cada uma dessas experiências personalíssimamente... e dói para nascer, dói para morrer, e essa dor é única, e nunca vamos nos lembrar dela, para que não rejeitemos mais a idéia de renascer! É como a dor do parto da mãe... esquece-se para não rejeitar a idéia de um novo parto... 
Mas, o importante é tentarmos ser a flor rara no nosso deserto, aquela que nasce no meio das pedras, e, apesar da aridez do solo, consegue desenvolver-se e se tornar a mais bela de todas!
Esse é o nosso objetivo, ser a mais bela das flores... portanto, precisamos ser fortes e jamais permitir que nada nos permita corromper o que temos de mais belo para oferecer: nosso caráter!!!
Esse é o verdadeiro sentido de percorrermos esse deserto chamado Vida!!!


Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 25/04/2006
Reeditado em 30/04/2006
Código do texto: T144786
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akasha De Lioncourt
São Paulo - São Paulo - Brasil, 45 anos
706 textos (1035258 leituras)
72 áudios (109737 audições)
30 e-livros (56853 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:31)
Akasha De Lioncourt

Site do Escritor