Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempo de Passagem

Alisa o vento
com seus cabelos dourados;
se refaz no jardim dos justos,
onde se medem amores e juízos,
se medem as flores e as esperanças.

Mas, às vezes, se perde o amanhã.

Que espere o tempo malicioso,
ele nada mais é do que passageiro
dos outros.

E no dia que sentir suas nódoas,
as suas âncoras que ferem,
seu aço que dobra,
procura meus antigos abraços!

Aqueles que te afogaram no nosso,
então,eterno amor.

José Kappel
Enviado por José Kappel em 04/05/2006
Código do texto: T149994
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 15:01)
José Kappel