Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os papéis

Os papéis


Não quero um poema lírico
Quero uma visão sólida que
Transforma em verso minha dor.
Depois de em versos transforma-la
Queimarei os papeis registros de minha magoa.


Jane Krist



O MESTRE QUE SEMPRE QUE QUERO TER A PRESENÇA DELE, FOLHEIO OS LIVROS DESSE SENHOR QUE LEIO E NÃO VEJO AS HORAS QUE FICAM ENTRE O VENTO E A LINHA DO TEMPO.

EU ESCREVI UM POEMA TRISTE

Eu escrevi um poema triste
E belo, apenas da sua tristeza.
Não vem de ti essa tristeza
Mas das mudanças do Tempo,
Que ora nos traz esperanças
Ora nos dá incerteza...
Nem importa, ao velho Tempo,
Que sejas fiel ou infiel...
Eu fico, junto à correnteza,
Olhando as horas tão breves...
E das cartas que me escreves
Faço barcos de papel!

Mario Quintana - A Cor do Invisível


Jane Krist Coffee
Enviado por Jane Krist Coffee em 15/05/2006
Reeditado em 15/05/2006
Código do texto: T156808

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jane Krist Coffee). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jane Krist Coffee
São Paulo - São Paulo - Brasil
503 textos (67736 leituras)
1 e-livros (1205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:39)
Jane Krist Coffee