Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não levar jeito para...

Não levar jeito para...
É meu jeito de levar
De me levar
Para lugar nenhum
Não sei porque
Mas sem saber pra onde
A gente sempre quer chegar
É estranho porque é.
Estranho...
Será que existe alguém
Que vê  que a merda toda
Esta errada?
Eu não quero brincar
Eu to cansada
Do jeito que todos seres tem
Do jeito que me falta
Eu sempre vazia
Não sei ...
Não é justo, não quero
Porque? Mar mar mar
E gotas e mares e gotas
E simplesmente a falta
A minha ausência...
Eu estou enlouquecendo
Mas ainda sou sana a ponto
De saber que estou louca
É estranho eu não controlo
Por vezes... eu não sei o que
Fazer e então já fiz...
Eu não faço nada que adianta
Na verdade eu ate retardo
E me diga... quem retarda é o que?
Eu sou tão mutável
Essa é minha maior pira
Porque amanhã posso acordar
Na maior felicidade, eu lembro
De tudo, tudo que senti, tudo
Que pensei... mas não consigo
Me controlar, a felicidade dos bobos,
Dos possuídos.
Sempre tem algo me controlando
Eu pensei uma vez que alguém
Escrevia por mim, eu estava
Errada, sou eu quem escreve
Eu tenho que aproveitar esses
Momentos de lucidez, tenho que
Contar minha verdade,
É tudo confuso e rápido
Eu já estou me perdendo
Vou ficar sem...
Não sei mais o que contar
Elas vão me aproveitar outra Vez... me ajuda...
Estão chegando__
Vou parand_

Agora estou mais calma
E é assim que devo me sentir
Eu sei que posso muito
E também entendo certos assuntos
Sei falar, converso com todo tipo
Gosto mesmo é de conversar com meu cachorro
Ele é tão lindo... (eu esqueço de dar comida pra ele)
Eu esqueço de tanta coisa
E pensam que é tudo pré meditado
Que eu sou uma provocadora
Mas eu não quero provocar, porque eu esqueço
O que devo lembrar, porque
Eu lembro do dia que a porta
Do meu quarto caiu?
Tem um sistema para me pirar
estou sem sentido
para o mundo e suas idéias globais...
quero fazer um cachecol
e não sei escrever certo
e não sei química
e não quero pensar
eu continuo achando que penso
de mais, apesar de ouvir que
sinto demais
isso acontece porque as vezes
não sei o que fazer
mas é tão normal
na minha idade
e normal e tudo....
eu quero crer
o que é?
Natural?
O homem é natural?
Pêras!
Pêras!
     
Luciana Brites
Enviado por Luciana Brites em 19/05/2006
Código do texto: T158657
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciana Brites
Maringá - Paraná - Brasil, 27 anos
45 textos (1843 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:42)
Luciana Brites