Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ter pudor de escrever sobre sexo?Eu?

     Abro minha caixa de endereço eletrônico, todos os dias, uma vez que acredito estarem alí notícias de pessoas e de acontecimentos que me dizem respeito. Leio atentamente, cada um, analiso de modo respeitoso e carinhoso, cada palavra de cada mensagem.
     Recebo muitos comentários sobre meus textos e isso me ajuda a manter meu desejo de escrever e de manifestar essa coisa maravilhosa através das letras. Creio ser uma oportunidade que poucos sabem se valer. Adoro escrever e cada dia aprendo um pouco mais. Aprendo sobretudo, ao ler os Poetas do Recanto.
     Mas, dia desses, uma mensagem me deixou muito reflexiva, em razão disso estou escrevendo, novamente...
Poeta é assim mesmo, quanto mais nos indagam, mais queremos falar, escrever, revelar, manifestar e por assim em diante.
     Bem, a pessoa não se identificou (uma falha de caráter??), mas se dizia muito admirada de me ver escrevendo "coisas pornográficas", sabedoura ela de que sou mulher casada, mãe de três filhos e que tenho um esposo reconhecido/respeitado profissionalmente, e também como pessoa idônea na cidade onde vivemos. Fiquei boquiaberta diante de tanta ignorância (ou frustração??). Não sei quem é, nem quero saber. Mas uma coisa tenho certeza: Essa pessoa visita o Recanto e, vem no "meu cantinho" me ler. Isso é formidável!!! Me condena, mas me lê!!!Então, pensei comigo e meus secretos desejos íntimos, redundantemente falando: por que alguém não quer que falemos sobre fazer amor, fazer sexo, transar, ter tesão, beijar, lamber, esfregar as coxas, chupar, gozar, masturbar, penetrar ou meter se preferir assim, e etc...? (esse "etc..." é muito bom).
     Creio que ao conviver com uma pessoa que amo, tenho total capacidade para expressar meus sentimentos, até mesmo os mais secretos, por que não? Mas ao imaginar a capacidade dessa pessoa, ao que se refere amar/transar e "etc...", acredito seja nenhuma, ou pelo menos não tem coragem de se mostrar honesta nem mesmo com seus desejos mais íntimos. Digo isso, em virtude de acreditar no porquê que leio algumas coisa: porque me interessam, me atraem, me dão prazer, caso contrário, não as leria. Sendo assim, creio que essa pessoa gosta muito do que escrevo, pois lê até meus textos ERÓTICOS  e não "coisas pornográficas", note-se bem isso!
     Seja como for, vou continuar falando sobre, sexo e sexo bom, saudável, aquele que ajuda todos nós, pelo menos os que gostam da coisa, senão vejamos :eu e meu esposo não teríamos três filhos maravilhosos, nem existiríamos (somos frutos de uma relação sexual de nossos pais)> Bom, aqui eu paro um pouco: quem sabe essa pessoa é de proveta (ou de punheta)? Deixa quieto... Ou seus pais não transavam? Caso e para isso havia que ter libido (acho que essa pessoa nem sabe o que é) e se tem tá muito reprimido.
     Agradeço, por essa pessoa ter vindo aqui me visitar. Isso é sinal que alguém ainda quer ler meus textos... hehehe
     Ah! Não tenho pudor de fazer, lá terei de pudor de escrever...????
NENINHA ROCHA
Enviado por NENINHA ROCHA em 19/05/2006
Código do texto: T159260
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
NENINHA ROCHA
Guarapuava - Paraná - Brasil, 56 anos
310 textos (10915 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:49)
NENINHA ROCHA