Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A morosidade

                    A morosidade.
O grande mistério da iniciação é quando você está realizando um trabalho ritualístico, e vê neste trabalho a oportunidade de vivenciar a mesma entrega do ser em questão, com a entrega do Cristo. Essa entrega é algo tão extraordinário que o ser fica festivo juntamente com as energias da natureza.Quando você se entrega ao trabalho e realiza com vontade e perseverança e um grande desejo de conquistar o mundo invisível, você se supera e a sua alma se eleva e flutua com o vento que traz a vida para ser vivida de uma maneira apaixonada; criando um ritmo cadenciado, aonde as pequeninas luzes vão se acendendo na corrente viva do pensamento filosófico.Nessa entrega, o universo conspira numa entrega total e, é capaz de tornar o ser amoroso, pois a sua alma se encontra cheia da seiva do amor fraterno. Você sabia! Que a estrela de cinco pontas, chama  pentagrama e é usada nos trabalhos ritualísticos. Eu estou apenas jogando perolas para aqueles que se considera iluminados. É fabuloso estar apaixonado por um trabalho mágico; onde nossa imaginação cria o paraíso perfeito para tornar a nossa vida um festivo abundante.
Se eu ti contar você não acredita, esta paixão ou a morosidade, ela vem como uma febre e toma conta do nosso ser que   extrapola, contagiando a nossa alma.Eu não ti conto, mas, se deve guardar o sábado, porque as energias estelares estão reunidas para um trabalho ritualísticos, quem conhece faz uso, aquele que desconhece precisa ficar atento as dicas e realiza-lo, quando ficar sabendo. Por exemplo, na filosofia existem  muitos mistérios, mas poucos são revelados, pois são entregues com certas chaves.
É fabuloso, é extraordinário, é edificante quando você realiza um trabalho mágico,onde você se sente realizado completamente perfeito. A morosidade acontece somente com aqueles que possui uma alma generosa, detalhista, ritmada com a melodia universal.
Eu fico feliz quando vejo que as pessoas estão atentas ao acaso de encontrar uma perola, e fazer dela o seu anel para ligar você com o Pai supremo. Você sabe pra que serve o compasso, o esquadro, numa cerimônia ritualística. Como é belo ver o sol nascendo e perceber como ele faz esse trabalho gigantesco e, ele faz sorrindo pra toda humanidade.
Só existe uma maneira de ter uma intimidade com Deus é você ser sincero e verdadeiro com você mesmo, mesmo que seja por alguns segundos, esses segundos são pepitas de ouro.Ficarei muito contente se o caro leitor fizer uso das perolas que foram plantadas neste texto.Quando se vivencia a iniciação com muita intensidade como eu vivi, então, se vive um casamento com a alma e o espírito e o resto é resto e nada mais.
Marck Sosza
Enviado por Marck Sosza em 22/05/2006
Código do texto: T161048
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marck Sosza
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 55 anos
149 textos (12328 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:42)