Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Só queria um par de asas

Porque será que Deus não nos deu asas?
Seria, de todas, a maior das dádivas;
Assim eu poderia ir ao encontro de quem pode me curar,
E mesmo que me recusasse, pelo menos eu poderia tentar...

Seria o fim da solidão. Um mal horrível e que tanto cresce.
Seria a solução para o amor distante.
Seria a minha alegria, pois sou um amante.

Como gostaria de te ouvir vercejar ao invés de te ler.
Como gostaria que para mim escrevesse se emocionando.
Como gostaria que este amor platônico deixasse de ser,
Pois o amor do qual nescessito te vejo também procurando.

Procuro a tanto tempo o meu amor verdadeiro
Tantos desencontros. Tantos encontros errados.
Já busquei em tantas portas fechadas.
Vivi ilusões e doloridas realidades.

E por isso, a cada dia que passa, ando sozinho
Mas está cada vez mais triste este meu caminho.
Já que não tenho asas, vôo em minha imaginação
E te vejo aqui pertinho de mim, em total comunhão.

Sinto teu corpo e beijo teus lábios por mim imaginados,
Vislumbro tua face morena e os cabelos ondulados,
Rezando para que o gênio realize um desses desejos:
Te traga para perto e nos deixe se amar;
Ou me dê grandes asas para que até você eu possa voar.

*Amor platônico ou loucura solitária?
*Só você entenderá e poderá me dizer...


DEMIAN
Enviado por DEMIAN em 25/05/2006
Código do texto: T162943
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DEMIAN
Guarapuava - Paraná - Brasil
38 textos (3502 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 16:03)
DEMIAN