Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Quando vieres

Quando vieres, bata na porta do meu coração de leve... bem leve, pois ele anda magoado demais com a solidão. Acaricie minha mão como borboleta: clara, mansa, absoluta. Exale no ar o perfume das margaridas e das flores do campo, coloridas. Olhe bem dentro dos meus olhos, para sempre, por muito tempo, como se sentisse uma saudade infinita de ser feliz.  Talvez então eu acredite que és realidade e te abra os braços e a alegria de acreditar num amor sem fim... no amor que esperei minha vida toda!


Angela Lara
Enviado por Angela Lara em 29/05/2006
Reeditado em 22/03/2012
Código do texto: T165118
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angela Lara
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
1830 textos (247911 leituras)
53 e-livros (15732 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:30)
Angela Lara