Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FALAR EM COMEÇAR DE NOVO

Por vezes um fim não é um fim...
Pode existir um recomeço...
Osculos e amplexos,
Marcial

FALAR EM COMEÇAR DE NOVO
Marcial Salaverry

Começar de novo, pode parecer um contra-senso, mas quantas vezes interrompemos algo que precisa ser recomeçado, ou, novamente começado...
Quantas vezes na vida somos obrigados a recomeçar alguma coisa que deixamos pra trás...
Pode ser um projeto de vida, adiado por circunstâncias. Pode ser um romance que não deveria ter sido interrompido. Pode ser simplesmente aquela pizza que deixamos de comer no sábado...
Pode ser aquelas verdades que alguém precisava ouvir, mas nos calamos...
Mas sempre será algo a ser recomeçado. E como precisamos desse recomeço.
Sempre pode ser traumático deixar algo mal acabado para trás. Ficará aquela coisinha remoendo em nossa memória, de que "poderia ter sido tão bom..." Ou então, "teria consertado tudo..." Ou mesmo, o que por vezes ocorre... "ainda bem que não fiz..."
Sempre devemos analisar muito bem antes de parar com alguma coisa, ou seja dar aquele famoso "tempo", que nos permitirá pensar melhor. Ocorre que muitas vezes esse "tempo", será apenas perda de tempo, e poderemos ficar para trás.
Se for algo que poderá representar uma sensível mudança em nossa vida, precisamos ponderar antes de decidir, seja pela continuidade, seja pela interrupção. Talvez seja preferível, ou seguir em frente e ver no que dá, ou esquecer de vez o projeto. Um mero adiamento "pra ver  como é que fica", nem sempre é aconselhável. Por vezes o que poderia ter ficado, não ficará jamais.
Podemos estar tranqüilos em um emprego, e surgir uma proposta interessante.
Se perdermos tempo dando-nos um "tempo", poderemos perder a ocasião, mas se nos precipitarmos, estaremos trocando o certo pelo duvidoso, sendo essa sempre a nossa maior dúvida, pois poderá estar aí nossa oportunidade para "aquela mudança" sonhada. é aí que entra em ação a famosa ponderação. Pesar bem pesados os prós e os contras.
Por vezes, saímos para tentar a vida nova, mas poderemos deixar a porta aberta para um eventual retorno, nunca sendo aconselhável uma saída traumática, que nos feche aquela porta. Sempre deveremos procurar acordos amigáveis, seja para um emprego, seja para uma amizade. Não é interessante deixar "portas
fechadas" atrás de nós, pois nunca sabemos quando será preciso "começar de novo".
O mesmo se passa no campo amoroso. Temos um relacionamento estável, e "pinta" algo de novo.
Poderá ser, ou não, uma mudança interessante, mas há que se ponderar muito, e saber decidir, pois nesse caso, nem sempre é possível o "começar de novo".
Quase sempre uma saída não terá possibilidade de retorno. Há que se ponderar mais ainda. Aliás, neste caso, mesmo que haja um retorno, jamais será como antes. Sempre restará "aquela lembrança".
Sempre o ato de recomeçar algo, representará a necessidade de aparar arestas que porventura possamos ter deixado para trás, e quanto menos ficar, melhor será. Mais fácil será aplainar o caminho da volta.
Algo que não pode permitir nenhuma dúvida, é que sempre precisamos ponderar muito bem o que poderá ser o melhor, não somente para nós, como também para quem estiver conosco.
Não devemos fechar portas, mas sim deixar sempre boas recordações, para o caso do eventual retorno.
Na vida amorosa, porém, há que muito meditar, pois nem sempre um retorno será possível. E o "começar de novo", talvez seja de uma vida sem ninguém.
Em tudo e por tudo, ponderar bastante, para que sempre possamos ter UM LINDO DIA.

Ponderar, nem sempre é perder tempo...
Pode ser "evitar um contratempo..."
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 14/05/2005
Código do texto: T16960
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19840 textos (1961329 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:04)
Marcial Salaverry