Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS SOLITARIOS...

 
OS BARES DA CIDADE ESTAVAM QUASE VAZIOS,
AVIA OS SOLITÁRIOS COM SEUS PENSAMENTOS,
E SEUS TEMORES, NA FALTA DE SEUS AMORES!
O FRIO CASTIGAVA A AVENIDA, E OS GATOS PINGADOS
BEBIAM SUAS BEBIDAS, NA INTENÇÃO DE ESQUENTAR
O FRIO E ESPANTAR A SOLIDÃO...
OLHOS VAGAVAM A PROCURA DO QUE JAMAIS IRIAM ENCONTRAR ALI.
ENQUANTO OS GARÇONS SERVIAM SEUS VINHOS, LENBRANDO
DE CASA, E UM CANTINHO QUENTINHO...
UNS BRINDAVAM COM SORRISOS, SUAS CONQUISTA,PAIS E FILHOS,
OUTROS OLHAVAM E SE PERGUNTAVAM SEM RESPOSTAS AS PERGUNTAS QUE ESTAVAM ESTAMPADAS EM SEUS SEMBLANTES VAZIOS.
ONDE FOI QUE EU PERDI?COMO VOU ACHAR?QUE TESOURO É ESSE O DA GRANDE CONQUISTA? A REALIZAÇÃO SEM SATISFAÇÃO?
BRINCANDO DE SER FELIZ, SE SENTINDO APRENDIZ, ESPERANDO O HOJE IR, PARA RECOMEÇAR AMANHÃ...
E EU, UMA EXPEQUITADORA, OLHAVA COM ADMIRAÇÃO, AQUELES SONHOS QUE SE FORAM, OUTROS QUE SEI,CHEGARÃO!!!
MAS NEM TODOS TEM TEMPO PARA O DISCERNIMENTO...
mara
Enviado por mara em 09/06/2006
Código do texto: T172135
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
mara
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil, 47 anos
442 textos (17299 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:57)
mara