Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

P.I.A - 1 (Pensamentos Idiotas Aleatórios)

Demorei para escrever algo de novo e, como não consegui pensar em um tema longo suficiente, escreverei apenas alguns parágrafos desconexos mesmo.

-É inevitável falar da copa do mundo, ainda mais logo depois de assistir ao jogo medíocre contra a Croácia. Mas não é do jogo que vou falar, e sim do filósofo Galvão Bueno! Que homem genial com seus comentários perspicazes. O que mais me aprouve no jogo de hoje foi a seguinte pérola transcrita o mais próximo da realidade: “Talvez quem esteja menos nervoso com o início da copa seja o jogador em campo”. Sem dúvidas que Galvão é o guardião da razão. Afinal, eu estava aqui em casa preocupadíssimo deitado em meu sofá e pensando que iria tocar a vida do mesmo jeito, não importasse o placar. Já Ronaldinho Gaúcho estava calmo em campo pensando que esse poderia ser o início da decadência de uma carreira brilhante. Realmente eu tenho mais motivos para me desesperar! Obrigado Galvão!

- Hoje eu me atentei à frase do nick de uma garota no meu MSN. É verdade que a frase está lá há algum tempo, mas só hoje parei para pensar nela. Está escrito: “Uma menina sensível, mas nada delicada!!”. Comecei a questionar se ela estava se sentindo como uma caminhoneira apaixonada ou como um pedreiro gay! Ambos são sensíveis, mas nada delicados... Espero que ela não leia isso, dificilmente ela não vai considerar esse meu comentário uma ofensa.

-Descobri que o Esperanto, língua internacional auxiliar proposta em 1887, foi criado por Ludovic Lazarus Zamenhof. Dr. Zamenhof era um médico Polonês, se não me engano um oftalmologista. Ele gastou 10 anos criando a língua, traduzindo livros e criando versos e prosas na língua recém criada. Ele não devia ser um médico dos mais ocupados... retorno nesse momento à idéia da falta de enxada. Ele pode ser genial como criador de uma nova língua mas, temos que admitir... Esperanto não é a febre do momento! Acho que hoje só é falado em algumas rádios perdidas, algumas transmissões oficias em que eles não queiram que muita gente compreenda o que está sendo dito, e por alguns perdidos na ONU e na UNESCO. Se alguém souber mais sobre Esperanto ou sobre o oftalmologista filólogo me avisem! Hehehe Gostaria de saber mais. Ah! Mais uma coisa antes de encerrar... estimativas afirmam que entre 100.000 e 2 milhoes de pessoas falam Esperanto. Sou de Londrina, se existisse a língua londrinês também teríamos essa média de pessoas fluentes na nossa língua!

- Thomas Mann faz eu me sentir um asno e um bom leitor ao mesmo tempo. Poucos livros que eu leio me causam uma sensação tão paradoxal. Me sinto um néscio quando leio seus capítulos introspectivos e tenho que voltar para ler de novo por achar que não entendi porra nenhuma. Mas me sinto “o espertalhão”, a “bala que matou Kennedy” quando consigo entender de primeira algo complicado que ele escreve. Num sei o motivo desse parágrafo eu devia ter parado no primeiro ponto final. Ou ter escrito apenas: Thomas Mann é foda! Ou algo do estilo para atrair a atenção pro nome dele mesmo!

- Oscar Niemeyer é um comunista idiota. Ah eu ia parar por aqui mas vou comentar essa: vejam esse link http://www.midiasemmascara.com.br/artigo.php?sid=4943 . O Texto é do Ipujoca Pontes. Juro que essa é a única coisa séria que escreverei em um bom tempo.

-Li hoje sobre a criação de um reality show de gatos. Se eu quisesse ver um ser lambendo a própria área genital e agindo de maneira estúpida eu assistiria meu próprio cachorro ou prestaria mais atenção no governo Lula.
Lovato
Enviado por Lovato em 24/06/2006
Reeditado em 20/07/2009
Código do texto: T181659
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lovato
Londrina - Paraná - Brasil, 32 anos
6 textos (1403 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:17)
Lovato