Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENSAMENTEANDO 38 (Condição existencial)

Amigo Ramata:

A ninguém é dado viver sem dores (“no mundo tereis aflições”), quem pensa o contrário sofrerá as penas da vida. Há pouco, reli em Sêneca: “Eu me revoltaria se cada um tivesse a Sorte segundo seus costumes e nunca os males perseguissem os bons; mas vejo, agora, que, sem exceção, maus e bons são atormentados do mesmo modo”.

A despeito da faculdade de sermos felizes, nossa condição maior é a dor. Quantas lágrimas, pelos mais variados motivos, estão sendo derramadas nesse momento? Os estádios de alegrias por que passamos se me parecem apenas tréguas, nada mais. A ínfima parte da vida de que dispomos corremos aos sepulcros mais do que aos banquetes, até porque estes podem não passar de simulacros.

Sabes bem que tristeza perene cauteriza a inteligência gerando um rol de insensibilidades cujas conseqüências deságuam em auto-ilusões. De modo que nossas pobres mentes devem mirar sempre a novidade, na expectativa de que algo inesperado, salutar, pode explodir a qualquer momento. Não falo, é óbvio, de fenômenos inexoráveis.

É razoável temermos o que te digo; mas é profundamente sábio acolheres em teu espírito essa verdade. Não existem, amigo, consolações.

O lado estúpido dessa experiência consiste no multiplicar nossas dores quer por ação, quer por omissão. Deves, portanto, ir ao mais fundo de tua alma procurando as reais causas de tuas desgraças, arrancando das entranhas tudo o que for indesejável a fim de que uma vida plena de sentidos (eventualmente sem dores) vá, conscientemente, se concretizando. E não me venhas dizendo que estou demasiadamente “epicurista”, pois, quando muito, “senecanista”.

Do amigo,


                       Ary Carlos Moura Cardoso.
Ary Carlos Moura Cardoso
Enviado por Ary Carlos Moura Cardoso em 28/06/2006
Reeditado em 31/12/2006
Código do texto: T183833
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Normal.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ary Carlos Moura Cardoso
Palmas - Tocantins - Brasil
1005 textos (256679 leituras)
1 áudios (294 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:50)
Ary Carlos Moura Cardoso