Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Várias faces do mesmo Eu

Sou metade de tudo.
Metade do que sinto é bom,
Metade do que vivo é ruim,
Metade do que quero eu posso,
Metade do que não quero eu vivo.
Fração que só debita de meus dias
A flor do viço que me empolga.
Fecundo coração que tanto ama,
Que se atira, que se lança,
Que vive de chagas abertas, feridas
Que sangram as tristezas da vida,
Pela dor de não ser porto nem guarida
A quem me pede pouso ou colo.
Boca escancarada por sorrisos de deleite
Ou de choro convulsivo.
Metade do que sou eu quero ser,
Nem metade do que quero ser
Eu sou.
Claudia Nunes da Silva
Enviado por Claudia Nunes da Silva em 30/06/2006
Reeditado em 04/08/2006
Código do texto: T184823

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Claudia Nunes Ribeiro - www.recantodasletras.com.br/autores/claudianunes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudia Nunes da Silva
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
393 textos (131768 leituras)
9 áudios (5329 audições)
6 e-livros (3813 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:48)
Claudia Nunes da Silva