Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RENUNCIA...



SEM MAIS MISTÉRIO, DESVENDO, SEM PRESA.
O PRESSÁGIO DO PROIBIDO, AGORA VENCIDO.
ULTRAPASSADO, NEGRO E GLORIOSO PASSADO.
HOJE LEMBRANÇA E AUSÊNCIA DE NOSSA PRESENÇA.
UM VAGO VAZIO NO UNIVERSO ABERTO,
NO HORIZONTE DO INFINITO AZUL EU PROCURO,
ONDE ANTES FORA PERGUNTAS, HOJE VAGAS RESPOSTAS...
O PREÇO ÀS VEZES É ALTO DEMAIS,
VAI ALÉM DO PODER DA MOEDA!!!
CONSOME A SABEDORIA, OFUSCA A VISÃO,
CORTA A ALMA PURA, E INQUIETA O CORAÇÃO...
TRISTE ADEUS, SEM PALAVRAS...
É TRISTE A SAUDADE SEM ESPERANÇA...
NO MUNDO SOU AINDA CRIANÇA SEM SABER
DO QUE SOU CAPAZ, DO QUE FUI FEITA,
E O QUE VOU SER QUANDO CRESCER...
MAS GOSTARIA DE SER POETA PARA ETERNIZAR,
AS MUITAS PERGUNTAS SEM RESPOSTA?!.
E A SAUDADE QUE ME RESTA!!!
mara
Enviado por mara em 11/07/2006
Código do texto: T191802
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
mara
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil, 47 anos
442 textos (17299 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:33)
mara