Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LIBERDADE




26/11/1977.




Um dos meus maiores sonhos é ter liberdade.
Ser livre... parece-me impossível, inalcançável.
Mas este é meu desejo, e vou lutar com muita garra... até conseguir... e não precisar mais lutar.
A vida sempre me foi uma luta, e eu sempre vou ter um alvo para alcançar, porque sem isso ninguém vive.
Eu sei que a independência não existe, mas a liberdade... esta sim.
Dia a dia vou me desprendendo mais (não no sentido direto da palavra liberdade), sendo mais e mais liberta por mim mesma, da dor, do tédio, da melancolia, do irrealismo, da mentira e até mesmo do amor.
A morte... o que é a morte? Você a teme? Eu não.
Posso morrer agora, posso morrer daqui a alguns dias, posso nunca morrer.
Quanto a isso eu não me importo.
Porque o medo não permite a ninguém se libertar. Pelo contrário... o medo é o maior inimigo do homem. Você acha que não? Pois saiba que pelo medo se pratica a morte, o orgulho, a humilhação, a vaidade, a soberania falsa, e todas as espécies de sofrimento.
O medo nos faz descontrolar, fazer coisas que nunca faríamos.
E o medo prende... e eu quero ser livre... como essa pequena borboleta voando. Ela é tão pequenina, mas tem o mundo, o céu, os campos, as flores. Tudo é dela... daquelas pequenas asinhas, daquelas anteninhas que observam paisagens magníficas.
Para mim, a borboleta é o símbolo da liberdade. Você acha que são os pássaros? Não vê o medo estampado nos olhos dos pássaros, onde quer que eles estejam?
Já as pequenas borboletas, não...
Nada há mais tranqüilo que a sua tarefa de retirar o néctar, não fazendo mal a ninguém.
A borboleta, solta ao ar, tem um vôo tão leve, tão lindo.
Sim, esse é o meu sonho:
Ter liberdade, como uma borboleta!
Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 22/07/2006
Código do texto: T199230

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21457 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:52)
Edilene Barroso