Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amores frágeis

De forma brusca o amor rompeu.Deixou marcas profusas.Lágrimas doloridas.Pensmentos conturbados.
O sentimento ferveu e evaporou num piscar de olhos.
Deixou sufocado preso na garganta uma forte saudade.
Um olhar interrogativo e um peso mórbido na lembrança.
O que se denominava amor, na verade era ignóbil.Não tinha a leveza e nem a seriedade da gramática.
Batia de qualquer jeito, sem reocupações com a verdade e a importância do sentir.
Deixou um buraco vasto!
Desse processo brusco surgiu um descrédito, uma inquietação e total despreparo para recebimento de novos carinhos.
O ironico desfeche tornou a vida embrutecida. Descaracterizada a sensibilidade.
A partir desse intante, que foi doído, passei a crer que o amor é frágil e quando posto em prova pode quebrar a qualquer vacilo.
MariSaes
Enviado por MariSaes em 03/08/2006
Código do texto: T208230

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o sitedoautor.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MariSaes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1694 textos (65126 leituras)
2 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:49)
MariSaes