Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Será que voce não é nada que eu penso?

Invento um rosto e teço um clima para que trafegues despreocupadamente nos meus dias. Que desfrutes dos meus beijos e dos meus constantes e dedicados afagos.
Permito que assim, passeies despretensiosamente pelas minhas frases declarativas.
Intencionalmente, nada! Ao acaso o descaso da tua aus~encia.
Permito, então mudanças claras no meu gosto por ti.Indezem-me as perguntas,desconfianças e observações.
Teu olhar foge. Tuas mãos divagam.Tua palavra confunde.
Nesse dia de azul contagiante, o cinza invade.Desenha figuras que destoam do meu humor.
Penso nos ditos que nos conduziram e nos colocaram expectadores  dos sentimentos que delineiam a nossa volta
Solto as amarras  que me prendiam a ti e possibilito a chegada de novos habitantes numa nova morada..
MariSaes
Enviado por MariSaes em 07/08/2006
Código do texto: T211417

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o sitedoautor.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MariSaes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1694 textos (65126 leituras)
2 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:35)
MariSaes