Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carícias Essenciais

Talvez carregados de dor,
talvez brilhando de alegria,
partem os viajantes, aos bandos, cantando e esperando,
purificando seus tolos devaneios na alvorada enfeitada
ou nos secretos mistérios da noite fria.
Sempre escalando vão e vão, à busca do vergel florido,
que os transfigure em anjos em suas searas,
e se o sal da terra lhes afoga os anseios,
na dulcíssima fragrância agridoce cósmica se dessedentam,
e continuam, peregrinos por tantas eras quantos erros fizerem,
por tantos sonhos a quantas preces se entreguem.
Bandos e mais bandos sangrando paixões e desenganos,
jornadeiam eternamente, do caminho da fúria ao da felicidade,
na doçura dos momentos mais  íntimos,
confessam ao Deus do seu eu interior,
 que clamores, protestos, iras, desalentos,
ingratidão ... apazigua em esperança.
E mais e mais vão se uniformizando os peregrinos
 nos seus sentimentos,
que vão sendo lavados à cada intempérie,
fazendo brotar a flor mais desejada em seu vergel.
Oh Benditas Carícias Essenciais!,
 escorrendo pelos veios dos céus
e criando regueiras de candura sem fim,
que nutrem a alma por toda a caminhada.

Santos-SP-11/08/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 11/08/2006
Código do texto: T213769
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:49)
Inês Marucci