Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERTIGENS...


OS OLHOS DANÇAM NAS TECLAS
E NEM TENHO O QUE ESCREVER.
HOJE APAGARAM MINHA MEMÓRIA!!!
DELATARAM ATE O QUE EU NÃO QUERIA ESQUECER,
A MAQUINA  ESTA SENDO REPROGRAMADA,
ESTOU  MORRENDO...PARA RENASCER!!!
DESTINO TU NÃO ÉS TRAIÇOEIRO!!!
ENTÃO PORQUE TENTA ME CONFUNDIR???
DE ONDE VEM O FLUXO DESTE DESENTENDIMENTO???
NÃO ME DESAFIE, NÃO POSSO REAGIR CONTRA TI!!!
RECONHEÇO MINHA HUMILDADE, MAS...
MINHA DIGNIDADE NÃO ME DEIXA BAIXAR A GUARDA.
MEUS PENSAMENTOS SE CONFUNDEM,
OLHO AO REDOR E NÃO CONSIGO ACHAR VESTÍGIOS...
NADA DA VERDADE NÃO DITA...
NADA DA VERDADE EXPRESSADA...
PROCURO E PROCURO, E NADA ACHO,
NEM UMA PROMESSA QUE FOSSE
PARA SEMPRE...OU AGORA, OU ...NÃO HÁ VESTÍGIO...
SÓ VERTIGEM... NADA DE VERDADE...
QUANDO FECHO OS OLHOS E O SONHO VEM
TRANSPORTO-ME ALÉM DO QUE SE CONHECE,
NA ESPERANÇA DE ACHAR ALI O QUE SE PERDEU!!!
SÓ QUE NÃO SEI O QUE PROCURAR, MAS ACHO QUE...
QUE RECONHECEREI QUANDO A HORA CHEGAR.
mara
Enviado por mara em 15/08/2006
Código do texto: T217151
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
mara
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil, 47 anos
442 textos (17299 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:34)
mara