Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As juras de amor "eterno"

                                                           As juras de amor “eterno”
Sempre foi e sempre será, algo especial e que acontece com aqueles que amam de verdade o outro ser, lembre-se esse é um dos mandamentos divinos.
É uma loucura, um deslumbramento sensitivo, por vários motivos um deles é porque, o amor embalou e acendeu a chama que aquece o coração. Nem sempre sabemos fazer as juras de amor, muitas das vezes, acabamos tomando um banho de água fria, porque, fomos desleixados e, quando devíamos ser magnânimos comesse sentimento tão nobre.
Eu sempre fiz das minhas juras de amor uma tarefa bela, trabalhada nos pequenos detalhes, assim como uma beleza sutil e suave como uma flor.
Todos os homens querem demonstrar força, energia, mas é com a suavidade da alma, que o homem se torna dócil e amável. A jura de amor é uma fonte inesquecível, do fato que nasce dentro de um homem e ele consegue amar. É uma nova linguagem, na verdade é uma felicidade momentânea que o homem sente medo de acabar, pois o amor liberta das correntes que o aprisiona aos dogmas e regras desse mundo materialista.
É extraordinário vivenciar esse amor, onde se doamos por inteiro é o único momento que a alma é chamada pelo ser para o ser vivenciar esse amor que possui raízes no amor eterno.
É um amor sofrido, mas, contagiante e florido com todas cores da natureza, que possam se mesclar; pois esse amor é muito colorido e os primeiros dias de primavera lembram mito os momentos eternos vividos pela nossa alma, que amou com vontade e desejo de venerar a criação do ser humano, por que é linda essa criação eterna.
É necessária muita coragem para amar, se deixar levar por esse sentimento agressivo que nasce dentro de nós, assim como uma semente nasce na terra e cresce e amadurece e se transforma num belo monumento a beleza da vida.
As juras de amor sempre são alucinadas com o fogo brando que ilumina todos os nossos defeitos; os homens quando expressam a perseverança nessa jura, ele sonha com os anjos mágicos ou com o mundo celestial. Somos todos aprendizes quando o fato é o amor jurado, por todos aqueles, que permitiram o seu nascimento e deixaram a florir dentro de si.
Quando o coração sente as juras de amor, ele acelera os batimentos como se fosse recriar as sementes do amor.


 
Marck Sosza
Enviado por Marck Sosza em 12/09/2006
Código do texto: T238757
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marck Sosza
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 55 anos
149 textos (12324 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:34)