Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pensamentos do dia II


Às vezes não falo sobre o que ouço, para que não descubram quem sou e que na verdade nada entendi.

Quando levantamos os ombros para secar as lágrimas, olhamos para o alto e descobrimos que há uma luz e uma mão sempre a nos guiar.

Por não exercer a paciência é que apanho tanto de mim.

Desde pequena aprendi que para conquistar, não dá para parar de lutar.

No dia a dia ser simples, condiz mais.

A entrega, é o fim da angústia da busca. A entrega é a aceitação dos fatos, mesmo daqueles que você não consegue compreender.

Nós nascemos para viver e fazer os nossos caminhos. Demorei para compreender isso. Se você quer encontrar alguém, precisa ir lá onde esse alguém vai estar. Ou, sentar e esperar ele ou ela chegar até você. Mas mesmo assim precisa um ato teu. Você precisa dizer que ainda está a esperar.


Maria
Enviado por Maria em 19/09/2006
Código do texto: T243804
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4553 textos (186016 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:57)
Maria

Site do Escritor