Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU SÓ QUIS TE AMAR

E o que você pode fazer pra surpreender a vida
Chegar diante dos maiores problemas e esconder a ferida
Há sempre um obstáculo maior buscando resgatar o irresgatável
Porque a dor não cessa se você se preocupar com ela
Porque os cortes não param de sangrar se você não cuidar deles todos
E um por um vão te deteriorando...Enchendo-te de dor
Mesmo assim os dias chegam e se vão
As noites belas tentam te fascinar
Qual pode ser o motivo, se não você, pra sorrir e se alegrar?
Sempre me dizem o que fazer e eu nunca entendo o defeito
Nunca me dizem o que não fazer e eu sempre faço de outro jeito
Há limites pra tudo na vida...
Há horas que as nuvens tapam alguns dos nossos mais lindos dias
E não há o que dizer
Não há o que fazer
Nunca há como mudar
A história às vezes persegue o destino errado...
Nem todas as histórias têm um final feliz
Algumas terminam muito antes disso
Outras se perdem...
E a maioria nunca se encontra
Há uma janela de cara pro mundo todo
Onde se pode ver a solução de todas as paixões mal resolvidas
Onde se entende o porque de tudo
Onde se encontra qualquer felicidade
E eu, com meu simples coração partido em doze pedaços,
Creio que essa janela é a janela do seu quarto...
E sei que não posso mais abri-la e nem tocá-la
Como ser o que você quer então?
Perco-me no som dos teus passos imaginários
Vindo em minha direção
E nunca há de chegar...
Nunca há de me alcançar...
E eu que na vida só tinha um sonho:
“TE AMAR...”.
Larissa Matos
Enviado por Larissa Matos em 20/09/2006
Código do texto: T244798
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Larissa Matos
Campo Verde - Mato Grosso - Brasil, 30 anos
33 textos (2974 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:26)
Larissa Matos