Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ecos

Vem cá,
Senta aqui
O verde dessa grama nos convida
Céu
Olha o céu azul
As nuvens se misturam e brincam
Veja o céu que te mostro
Deita aqui
Viaja comigo
Nesse mar azulão
Vamos pra os lugares que sonhamos
Mergulhar em nós mesmos
Ser o que não fomos
Por alguns segundos apenas
Sente a brisa que suaviza a pele
Como o toque de nossos rostos se roçando
Ouve os pássaros
Que fazem do canto um legado
E que a música parece ser declarações de amor
Como as nossas
Presta atenção no sol
Brilhante
Que aquece nossas peles
Como o abraço caloroso que abraçamos
Aventura em nós
A ousadia de ser eternas crianças
Desfrutar das pequenas coisas
Inclusive da nossa própria companhia
Suaviza
Ouve o eco do tempo
Nobre e fiel como o alento
Eco que vem e que vai
Nas paredes do céu
Nas fibras do coração
Que repete em nós
Que refaz em nós
Todo o amor
Suave
Bravio
Porém, firme.
 
Priscilia Nascimento
Enviado por Priscilia Nascimento em 20/09/2006
Código do texto: T245103
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscilia Nascimento
Recife - Pernambuco - Brasil, 35 anos
222 textos (24431 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:22)
Priscilia Nascimento