Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempo

O tempo é a medida que nos mata a lealdade. Tempo demais com a mesma pessoa faz com que queiramos algo diferente, algo novo. Tempo demais longe de uma pessoa, nos coloca em uma situação ruim, pois ficamos chateados e tristes, desejando aquela pessoa, e acabamos nos braços de outra, para suprimir justamente esta falta.

O tempo é o remédio mais comum para dores graves e profundas na alma. Em outros casos, porém, o tempo somente atrapalha, pois há uma necessidade de se arregaçar as mangas e agir, e não sentar e esperar.

O tempo é a medida necessária para curar feridas, abrir outras, se apaixonar, odiar, aprender a confiar.

O tempo, geralmente, é apenas uma desculpa usada por mentes fracas para se explicar erros ou incapacidade de agir quando se é necessário.

O tempo não é bom, muito menos ruim. Ele é apenas incompreendido, não recebendo o valor que merece. Nunca deixe nas costas do tempo as suas obrigações ou seus medos, pois o tempo não tem obrigação de curar suas dúvidas.

Confie no tempo para auxilia-lo, mas jamais deposite nele a sua vida, pois sua vida corre e se esvai, enquanto o tempo permanece, firme e infinito.

Lembre-se apenas de que o tempo é apenas o tempo, e que quem sabe faz a hora certa de cada coisa, não espera que as coisas se façam sozinhas.

Crie seu tempo, e não use o tempo dos outros, pois o tempo produz mais velhos que sábios.

Nunca desperdice seu tempo, pois nada supera o valor de um dia, e cada idade tem seus prazeres, seu espírito e seus costumes.

Sobre o tempo, lembre-se que é apenas uma palavra, e que cada homem faz o seu próprio tempo.
Eduardo Setzer Henrique
Enviado por Eduardo Setzer Henrique em 30/09/2006
Código do texto: T252859
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eduardo Setzer Henrique
São João Del Rei - Minas Gerais - Brasil, 32 anos
56 textos (3144 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:57)
Eduardo Setzer Henrique