Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TOC...TOC...TOC.

A PORTA ESTAVA ABERTA E O LADRÃO ENTROU...
MAS NA HORA, E NA PRESSA ELE FUGIU PELA JANELA...
DEIXANDO O ESPANTO, E O PRANTO DE QUE NADA ACONTECEU!!!
QUANDO O VENTO VEIO FORTE E A PORTA BATEU,
TAMANHA FOI À FORÇA DO IMPACTO QUE O MELIANTE SE ASSUSTOU...
NADA LEVOU, ALÉM DO SUSTO, INVADINDO O MEU EU!!!
PELA PRIMEIRA FRESTA QUE SURGIU, SEM NEM MESMO QUEBRAR OS VIDROS, PELA JANELA PARTIU...
CAIU NO VULTO DA MADRUGADA, IMERSO NAS SOMBRAS, SE ESVAIU...DEIXANDO PARA TRÁS, UM SILENCIO... DE UM GRITO!!! QUE NÃO PASSOU DE UM GEMIDO E NINGUÉM OUVIU!!!
TOC...TOC...TOC.
A PORTA ESTA FECHADA, MEDO NA MADRUGADA...
MAIS UM ENGANO!!!
TOC...TOC...TOC.
NÃO DEIXAREI NINGUÉM ENTRAR!!!
NÃO ESPERO POR NINGUÉM...
QUE PARTA PARA OUTRO LUGAR!!!
TOC...TOC...TOC...
INSISTE EM BATER, A PORTA QUE FECHADA ESTA!!!
PEREGRINO!!!
SEM RUMO!!!
HA QUE VEIO???
UM VELHO AMIGO...
VENHO TE VISITAR!!!
QUEM É???
SOU EU O VENTO.
VIM VER COMO ESTA!!!
DESCULPAR-ME PELA INVASÃO DE OUTRORA!!!
E TE DIZER QUE NÃO FIQUE AFLITA...
NÃO ERA UM LADRÃO, QUE INVADIU SEU RECANTO DE PAZ...
ERA EU!!!
QUE ESTAVA A ESPANTAR SEUS FANTASMAS!!!
ESTE FANTASMA, QUE VOCÊ INSISTE EM CRIAR!!!
O TOC...TOC...TOC...ERA SÓ PARA VOCÊ ME ESCUTAR!!!
NÃO PRECISA ABRIR A PORTA, QUANDO EU QUISER ENTRAR,
QUALQUER FRESTA ONDE PASSAR UM RAIO DE LUZ,
EU TAMBÉM POSSO PASSAR!!!
I JÁ VEM O SOL...
E EU AGORA SOU BRISA ...
PORQUE TE QUERO SUAVE E FRESCA!!!
E AS SUAS LAGRIMAS NÃO PASSAM DE ORVALHO, QUE EU VOU SECAR!!!
É UMA FLOR...
DO JARDIM DO CRIADOR!!!
E SEU VIGOR SEMPRE SE RENOVARÁ...
A CADA ESTAÇÃO, ESTAREI A TE ACOMPANHAR!!!
NÃO SE SINTA SÓ...
APENAS SEJA RARA!!!
APENAS SEJA ÚNICA!!!
mara
Enviado por mara em 30/09/2006
Código do texto: T253005
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
mara
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil, 47 anos
442 textos (17299 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:19)
mara