Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUTO

   E dificil falar quando a dor ainda faz sangrar o coracao. Quando a esperanca parece falha e tudo que ha e um abismo de tristeza. Mesmo que haja doces lembrancas, sua falta se torna insuperavel. E se eu soubesse que seria a ultima vez estariamos juntos, teria falado dos pensamentos que povoavam minha mente. Teria sido menos rigida, relevado as pequenas diferencas. Teria aberto meu coracao falado do amor que havia. A vida passa apressadamente com seus designos, com suas surpresas. Nao ha uma segunda chance, tao pouco uma nova oportunidade. O agora daqui alguns instantes sera passado. As palavras e o poder do vento que se perde no infinito. O que permanece e apenas nossas atitudes e sua consequencia. Tudo mais e passageiro. A bagagem que carregamos na estrada da vida sao lembrancas. Lembrancas de um tempo vivido, dos sonhos arquivados, atitudes impensadas. Nao ha nada concreto, tudo parece ser ilusao. Longe do poder das maos proximo de nossa memoria. Assim e esta vida que nos conduz. Num espetaculo que nao ha roteiro, num tempo o qual nao ha certeza. Os quais somos impulsionados a arriscar, a lancar se num destino incerto. E por mais que tenhamos estrategicas, ela nao nos salvara do imprevisivel. Tao pouco evitara a dor ou sofrimento. Tudo e possivel quando vivemos, quando somos seres pensantes. A morte e apenas uma passagem deste mundo a um plano superior. Mesmo assim eu chorarei sua perda, deixarei o pranto a inundar minha alma. Debrucarei sobre sua lapide fria e permitirei que esta dor ecoe. So assim encontrarei forcas para continuar. So assim nao definharei. Permitirei que meu ser sofra, para poder superar este luto. Nao importa as palavras de conforto, a solidariedade dos amigos. Neste instante estou absolvida por este rompimento prematuro. O qual ceifara meus sonhos, meu projeto de vida. Quando tudo passar ainda assim voce estara dentro de mim. Estara a cada palpitar do meu coracao. A cada lembranca que eu venha a ter. Pois um amor assim nao termina, apenas se coloca uma virgula.
CAMOMILLA HASSAN
Enviado por CAMOMILLA HASSAN em 27/10/2006
Código do texto: T275082

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
CAMOMILLA HASSAN
Atibaia - São Paulo - Brasil, 36 anos
1308 textos (159157 leituras)
29 áudios (11795 audições)
5 e-livros (510 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:04)
CAMOMILLA HASSAN